Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar da derrota, Joel diz que Botafogo sai de cabeça erguida

Técnico lembra que time está invicto no Carioca e que viu craques derperdiçarem cobranças até em Copas

Hilton Mattos e Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

A derrota nos pênaltis para o Flamengo, pelo visto, não abateu o grupo do Botafogo. O técnico Joel Santana chegou bem à vontade para a entrevista coletiva. Nos últimos quatro anos, foi a terceira vez que o Botafogo perde para o rival rubro-negro desta forma. Perdeu em todas as ocasiões. Ainda assim, o treinador alvinegro faz questão de separar as competições e seus momentos. Para o treinador, o ano está apenas começando. O trabalho da temporada não está perdido.

“Estamos em fevereiro, não? Temos campeonato até dezembro. Não vamos passar o ano inteiro chorando em cima de uma derrota nos pênaltis”, frisou Joel Santana, convicto que sua equipe fez uma boa partida. “Fomos mais ou menos no primeiro tempo e bem no segundo”.

Como se diz no jargão do futebol, pênalti é loteria. Foi este o tema da preleção do comandante alvinegro no vestiário depois da eliminação na semifinal na Taça Guanabara. Joel levantou o ânimo dos jogadores e já projeta a participação do Botafogo no segundo turno do Campeonato Carioca e na Copa do Brasil.

“Nós terminamos o primeiro turno de forma invicta. Veja quanto mérito. Fomos perder nos pênaltis, coisa comum. Já vi vários jogadores de nome perdendo pênalti, até em Copa do Mundo”, declarou.

Joel esclareceu que os nomes escolhidos para as cobranças foram resultado de uma semana inteira de treinamentos. Éverton, Somália e Renato Cajá desperdiçaram as cobranças. Mas o técnico defende o trio, garantindo que eles tiveram os melhores aproveitamentos nos treinos.

“Não imaginava que um time como o nosso, com a nossa qualidade, fosse perder dessa forma. Temos que melhorar esta qualidade. Ou melhor, fizemos o certo, eles tiveram mais sorte. Mas nós poderíamos ter vencido”, reiterou Joel, lembrando a cobrança de Leonardo Moura, do Flamengo.

 

Leia tudo sobre: botafogoflamengocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG