Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar da crise, técnico do Sporting diz que não pedirá demissão

Time, que não atravessa um bom momento, está na terceira colocação do Campeonato Português, com 28 pontos

EFE |

O técnico do Sporting, o português Paulo Sérgio, rejeitou nesta quarta-feira a possibilidade de pedir demissão, apesar de os maus resultados da equipe terem levado o presidente do clube, José Eduardo Bettencourt, a renunciar no último sábado.

"Estou firme no posto, fazendo meu trabalho, para que os que entrarem em campo façam o possível para chegarmos às vitórias", declarou Paulo Sérgio em entrevista coletiva.

O Sporting atualmente está estagnado no terceiro lugar da tabela, com 28 pontos, 16 a menos que o líder Porto, e já praticamente abandonou a disputa pelo título, o que levou a equipe a atravessar nas últimas semanas um período de turbulências agravadas com a saída de Bettencourt, que permanecerá interinamente até o final de fevereiro, quando começarão a ser preparadas as eleições de 26 de março.

O treinador de 42 anos reconheceu que o momento é "estranho e anormal", mas ressaltou: "meu contrato não é com uma pessoa concretamente, e sim com o Sporting".

No entanto, a contratação de Paulo Sérgio foi uma aposta de Bettencourt, que assumiu a presidência do clube de Lisboa em junho de 2009.
 

Leia tudo sobre: Sportingportugalfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG