Tamanho do texto

Desde o início da Série B, Márcio Goiano acumula três derrotas, três empates e apenas duas vitórias

Na noite em que nada deu certo, o São Caetano foi goleado por 5 a 2 pela Portuguesa , no estádio do Canindé, e chegou à terceira derrota no Campeonato Brasileiro da Série B , em que segue com nove pontos, apenas dois à frente do primeiro na zona de rebaixamento, que é o Grêmio Barueri .

A goleada fez o time do ABC paulista ligar a luz vermelha e reacendeu a ameaça ao cargo do técnico Márcio Goiano, que está no São Caetano desde o dia 13 de maio, quando o time já tinha sido eliminado do Campeonato Paulista e também da disputa do Troféu do Interior, na época sob o comando de Ademir Fonseca.

Goiano começou a temporada no Figueirense, mas foi demitido após perder a final do primeiro turno do Campeonato Catarinense para o Criciúma. Na sequência, foi para o Grêmio Barueri, mas não conseguiu salvar o time do rebaixamento.

No São Caetano desde o início da Série B, ele acumula três derrotas, três empates e apenas duas vitórias. Apesar das críticas e especulações a respeito da demissão do treinador, a posição da diretoria do São Caetano é manter a confiança no comandante e continuar com ele pelo menos até o fim da Série B.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.