Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apelidado de "Neymar", Leandro é a nova joia do Grêmio

Atacante fez três gols e deu uma assistência em três participações no time, totalizando 59 minutos jogados

Hector Werlang, iG Porto Aalegre |

Na quarta-feira, ao aceitar falar com a reportagem do iG para a produção de uma matéria especial, Leandro revelou-se um tímido entrevistado. Voz baixa, truncada pelo aparelho nos dentes, o atacante do Grêmio falou pouco, em tom controlado, e confirmou ter personalidade humilde. Até então, tinha feito um gol em duas participações no Gauchão: “Tudo aconteceu tão rápido... Tive a chance e tenho queagarrá-la para realizar o sonho de dar uma vida melhor para a minha família”.

Gazeta Press
Leandro marcou dois gols contra o Inter-SM

Na quinta-feira, após os dois gols contra o Internacional, de Santa Maria, o atacante de 17 anos manteve os pés no chão, mas pareceu mais acostumado com a convivência com a imprensa, torcedores e fama repentina. Afinal, o "Neymar do Olímpico" soma três gols e uma assistência em apenas 59 minutos em campo pelo Grêmio. É uma joia, na definição de Renato Gaúcho.

“Não podemos colocar o garoto em furada, ele tem bastante personalidade e estamos colocando ele na boa. Tem bastante qualidade, apesar da idade. É uma joia que estamos lapidando”, avaliou o treinador.

Tudo começou contra o Ypiranga, teve prosseguimento diante do Porto Alegre e teve o capítuloprincipal na goleada sobre o Inter SM. O que o atleta e o técnico não querem é a propagação do apelido.

“Neymar é um craque do Santos e do futebol brasileiro. Eu estou apenas começando. Isto pode me atrapalhar”, disse o garoto gremista.

“Não gosto de comparação, até já pedi para os jogadores pararem de chamar. Daqui a pouco as pessoas começam a misturar as coisas e cobrar que ele jogue como o Neymar e dizer que é mascarado. O que não é”, completou o comandante.

Natural de Brasília, Leandro ganhou o apelido dos colegas de Grêmio pelo corte de cabelo parecido com o de Neymar. Ele chegou ao Grêmio em 2010, após se destacar pelo Gama na Copa Santiago, tradicional torneio de categorias de base sediado no Rio Grande do Sul. Fez um gol e deu uma assistência no empate em 2 a 2 com o Grêmio e, um mês depois, foi contratado pelo clube gaúcho.

Então, deixou a casa na capital federal, onde morava com o pai, a mãe e dois irmãos, para fixar residência no alojamento do Olímpico, onde divide quarto com o lateral-esquerdo Dener, outra revelação levada aos profissionais por Renato.

Leandro subiu de categoria após participar de um treino com os profissionais e chamar a atenção de Renato. Agora, incomoda os rivais e dá alegria à torcida do Grêmio. E ainda é só o começo...

Leia tudo sobre: grêmioleandrocampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG