Atacante participou de Twitcam promovida pela assessoria de imprensa do Corinthians

O atacante Adriano falou ao vivo na internet via Twitter do site oficial do Corinthians no final da tarde desta sexta-feira e por oito minutos respondeu a perguntas de internautas filtradas pela assessoria de imprensa do Corinthians. Entre as respostas, o jogador disse que prevê sua volta aos treinos de campo em duas semanas e manteve para o início de setembro seu retorno definitivo aos gramados.

Corinthians transmitiu vídeo na sala de imprensa do CT
Bruno Winckler
Corinthians transmitiu vídeo na sala de imprensa do CT

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

"Estou pronto para entrar em campo em um mês e meio, dois meses. Estou na fase final da recuperação, me sinto mais forte fisicamente dentro e fora de campo. Estou correndo, fazendo o trabalho físico normal e falta pouco. Daqui duas semanas vou estar em campo com a equipe nos treinos", disse Adriano.

Entre para a torcida virtual do Corinthians

Antes de falar, as imagens geradas diretamente da academia do CT corintiano no Parque Ecológico mostraram Adriano fazendo exercícios básicos de movimentação para recuperação do seu tornozelo esquerdo. Ele foi operado em abril depois de romper o tendão de Aquiles durante atividade no clube.

Adriano falou das críticas que recebe por não conseguir voltar a jogar e disse que elas o tem ajudado a se empenhar mais nos treinos.

"A crítica faz parte da nossa vida, mas o que sempre venho falando é que nunca vai me abalar dentro de campo. Sempre fiz meu trabalho, nunca deixei de fazer. As pessoas falam coisas demais. Eu estou tranquilo, tem muita crítica está sendo positiva e isso vai me ajudar ainda mais a dar a volta por cima", disse Adriano, que não marca um gol desde maio de 2010 e passou em branco durante sua passagem pela Roma entre julho e janeiro deste ano.

"Foi um ano difícil, joguei pouco na Roma, fiquei mais parado que joguei. Se estivesse jogando acredito que poderia estar na Copa América, mas machuquei três vezes", disse o atacante, disposto a retornar para a seleção brasileira. "Minha motivação quem me dá é minha família, meus filhos. Quero voltar à seleção ajudando o Corinthians a ganhar muitos títulos, fazendo parte dessa equipe e assim eu possa realizar esse sonho com a camisa do Timão", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.