Tamanho do texto

O Vitória criou muito mais que o Corinthians e ficamos muito próximos do gol em quatro oportunidades, contabilizou o técnico

O técnico Antônio Lopes não gostou da atuação do árbitro Carlos Eugênio Simon no último domingo, quando o Vitória empatou com o Corinthians por 1 a 1 no Barradão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter um pênalti discutível marcado a favor do Rubro-negro, o treinador reclama da anulação do gol de Júnior (segundo o bandeira, o 'Diabo Loiro' recebeu em condição irregular).

"O assistente acabou prejudicando o nosso time ao anular o gol, que, na minha opinião, o nosso jogador estava em posição legal, e mais uma vez a arbitragem acabou errando contra a gente", bradou o Delegado, em entrevista ao Portal Futebol Baiano . "O Vitória criou muito mais que o Corinthians e ficamos muito próximos do gol em quatro oportunidades", contabilizou o técnico.

Antônio Lopes foi campeão brasileiro pelo Corinthians em 2005 (quando sete jogos foram anulados e remarcados após o árbitro Edilson Pereira de Carvalho revelar ter sido comprado para manipular resultados) e agora luta contra o rebaixamento com o Vitória. Com 40 pontos, a equipe precisa de mais seis para se livrar da degola sem depender de nenhum outro resultado.

"Não temos que fazer conta. Vamos lutar para ganhar do Internacional e ganhar aqui (no Barradão) do Atlético-GO", simplificou Antônio Lopes, lembrando os dois derradeiros duelos da equipe baiana no Brasileirão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.