Leandro Guerreiro admite preconceito, mas admite que hoje só vê pontos positivos no colega de time

O meia Roger foi um dos personagens do clássico contra o Atlético-MG , tanto dentro de campo quanto fora dele. O volante Leandro Guerreiro ressaltou a importância do companheiro para mudar o rumo da partida e revelou que tinha uma imagem ruim do meia carioca antes de jogar ao seu lado na Toca da Raposa II.

Leia também: Walter afirma que Atlético-MG "pipoca" diante do Cruzeiro

Roger provocou a torcida do Atlético-MG antes mesmo do jogo começar. Ao ser chamado de "chifrudo", o jogador fez gesto com as mãos lembrando a histórica goleada de 6 x 1 na última rodada do Brasileirão do ano passado. Em campo, o time cresceu de produção com sua entrada no segundo tempo, conquistando o empate. No entanto, o jogador também será lembrado por uma cotovelada no meia Danilinho, que merecia o cartão vermelho.

Guerreiro mudou sua opinião sobre Roger no Cruzeiro
Vipcomm
Guerreiro mudou sua opinião sobre Roger no Cruzeiro

O volante Leandro Guerreiro disse que tinha uma imagem ruim do colega de time antes de o conhecer no Cruzeiro . "Não o conhecia antes, fique conhecendo aqui. Eu tinha na minha cabeça um pensamento muito ruim dele, mas hoje, convivendo com ele, sei que é um cara muito bacana, alegre, que leva o grupo mesmo. Quando quer jogar, mostra dentro de campo. O Roger é isso, polêmico, mas, acima de tudo muito humilde", declarou o volante cruzeirense.

Para Guerreiro, até mesmo os atleticanos são capazes de pedir autógrafos ao meia cruzeirense. "Todo mundo o conhece, ele fala bem, se expressa bem, aonde ele vai todos pedem autógrafo dele, sendo atleticano, cruzeirense", disse o ex-jogador do Botafogo.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente os elogios de Leandro Guerreiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.