Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Antes de clássico, Tite enaltece desarmes e disciplina do Timão

Números são fruto da "treinabilidade", segundo técnico corintiano, que vem sofrendo pressão no cargo

Gazeta Esportiva |

Daniel Augusto/AE
"Você vai para o treino e repete a coisa dez vezes. Não vai dar porrada em ninguém. E se der, vai tomar dura", disse
Pode até soar estranho, mas o Corinthians, ao mesmo tempo em que é a equipe que mais desarma no  Campeonato Brasileiro, também é a mais disciplinada. Fruto da "treinabilidade", segundo Tite, que vem sofrendo pressão no cargo e procurou enfatizar esse histórico antes de enfrentar o Palmeiras .

"Às vezes, sou taxado de - como é que é? - que gosta de empatar. Eu gosto é de competir, de tomar bola. Somos a equipe que mais toma bola na competição e a que tem menos jogadores expulsos. É treinabilidade", brincou o técnico. "Você vai para o treino e repete a coisa dez vezes. Não vai dar porrada em ninguém. E se der, vai tomar dura", acrescentou, sorrindo.

Passados 18 rodadas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians reúne números positivos de marcação. Foram 512 desarmes (o Figueirense, pior no quesito, teve 289), 35 cartões amarelos (contra 63 do América-MG), nenhum vermelho, e 291 faltas cometidas (contra 387 do Coritiba).

CARTÕES AMARELOS RECEBIDOS POR CADA EQUIPE
 Corinthians 35  São Paulo 42  Fluminense 47  Atlético-MG 56
 Ceará 36  Grêmio 44  Flamengo 48  Coritiba 56
 Atlético-GO 37  Cruzeiro 45  Vasco 51  Internacional 57
 Botafogo 41  Atlético-PR 45  Palmeiras 51  Avaí 60
 Santos 42  Figueirense 46  Bahia 54  América-MG 63

 

O bom desempenho defensivo em muito se deve a Ralf , o cão de guarda do time e segundo principal ladrão de bolas do Brasileiro, com 86 desarmes, atrás apenas do flamenguista Willians (93). Suas boas atuações renderam convocações para a seleção brasileira. Mas o jogador sabe que de nada valerão esses números se o time não voltar a vencer, a começar pelo clássico.

"O importante é terminar o primeiro turno bem. É claro que vai ser só a primeira página do campeonato. Terminar o turno na liderança seria bom, mas ainda vai faltar o segundo turno inteiro para conseguir o objetivo de ser campeão", destacou o volante, ao ressaltar que o Corinthians depende de um empate, diante do Palmeiras, para ficar com o título do turno.

Leia tudo sobre: brasileirão 2011corinthianstite

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG