Treinador são-paulino participou da partida no CT da Barra Funda, que teve Rogério Ceni na linha e ausência de Rodrigo Souto

O clima não poderia ser melhor no São Paulo antes do duelo deste sábado, contra o Atlético-GO , no Morumbi, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo marcará a estreia de Adilson Batista no comando do time e, na véspera da partida, o treinador participou do famoso rachão com o grupo de jogadores, que foi dividido em dois.

Siga o iG São Paulo no Twitter

A descontraída atividade também contou com a presença do goleiro Rogério Ceni na linha. O time do capitão, aliás, venceu o jogo no CT da Barra Funda contra o time do treinador, por 3 a 1. Um dos três gols da equipe do camisa 1 foi contra, anotado justamente por Adilson Batista. Os outros dois tentos do time de colete branco foram de Fernandinho.

As brincadeiras com o técnico acabaram sendo inevitáveis. O meia Lucas, do time adversário, era um dos mais empolgados. No fim, Rivaldo ainda acertou uma cabeçada perigosa, poderia "salvar" Adilson, mas o goleiro Leonardo fez ótima defesa. Depois do duelo, o goleiro Rogério Ceni, ao lado de Rivaldo, Lucas e Carlinhos Paraíba, treinaram cobranças de faltas.

Rogério Ceni e Adilson Batista, adversários no rachão desta sexta-feira
Gazeta Press
Rogério Ceni e Adilson Batista, adversários no rachão desta sexta-feira

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

O treinador desconversou sobre o gol contra que fez e disse que foi falta no lance que originou a sua trapalhada. Foi falta anteriormente, o Haroldo (auxiliar técnico que estava apitando) reconheceu que errou e vamos desconsiderar esse gol", brincou o treinador.

Mais uma vez, a ausência no treinamento ficou por conta de Rodrigo Souto , que não aparece para trabahar desde o início da semana. O volante segue fora das atividades enquanto resolve seu futuro com a diretoria são-paulina. O atleta já aceitou uma proposta do Jubilo Iwata, do Japão, mas depende da liberação para acertar sua transferência. Os cartolas do clube paulista ainda tentam um acordo para segurá-lo no Morumbi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.