Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ansiedade marca Vasco x Botafogo no Engenhão neste domingo

Técnicos apostam que vitória em clássico é o teste ideal para times mostrarem força na competição

Hilton Mattos e Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Vasco e Botafogo vivem situação semelhante no Campeonato Carioca. Precisando de afirmação, as duas equipes encaram o clássico desta noite (18h30), no Engenhão, como o primeiro teste de fogo para as suas pretensões na Taça Rio, segundo turno da competição. Com o Flamengo (campeão do primeiro turno) já garantido na final do estadual, a derrota pode custar caro. Apenas dois times de cada grupo se classificam para as semifinais. O jogo marca a estreia de Diego Souza como o novo camisa 10 vascaíno.

Além de perder posição na tabela, o tropeço pode vir seguido de crise. Há ainda o aspecto psicológico: Vasco e Botafogo precisam de vitórias convincentes para seus treinadores fazerem avaliações mais precisas do elenco. Em São Januário, o técnico Ricardo Gomes, que chegou mudando o astral de um grupo sem confiança, sabe que só um duelo deste lhe dará a noção exata das virtudes e defeitos da sua equipe.

AE
Herrera será um dos atacantes do Botafogo no clássico
A segurança que o Botafogo busca é parecida. Depois de perder a Taça Guanabara nos pênaltis para o Flamengo, o time alvinegro conseguiu passar de fase na Copa do Brasil a duras penas contra o modesto River Plate-SE. O ambiente em General Severiano andou esquisito até para o lado do técnico Joel Santana. Portanto, é hora de ganhar, somar pontos, manter vivo o sonho de vencer a Taça Rio e, por fim, trabalhar a autoestima.

“Não sei como ele (o Vasco) vem, também não quero saber. Falo do Botafogo, e o 'Glorioso' vai jogar da maneira que sabe. Eles têm grandes jogadores, mas nós também temos qualidade. Vamos ver se conseguimos manter nosso tipo de jogo, é uma partida que pode dar uma vantagem muito importante para a classificação”, Joel Santana.

No lado cruzmaltino, a ansiedade toma conta do técnico Ricardo Gomes. Ao assumir a equipe, no começo de fevereiro, encontrou um time vindo de quatro derrotas e um empate. Da noite para o dia, mudou o astral na Colina. Mas, apesar das seguidas vitórias, Gomes nunca escondeu que só um clássico para lhe abrir os olhos.

“Você conhece a força e as falhas da tua equipe em jogos importantes, como clássicos e fases finais de competição. Estou ansioso por esta partida”, frisou o treinador.

Fotocom
Diego Souza estreia neste domingo no Vasco
O torcedor vascaíno que for ao Engenhão vai assistir à estreia de Diego Souza. Principal reforço da temporada, o novo camisa 10 formará um ousado meio-campo ao lado de Felipe e Bernardo. Mas o clássico tem outro ponto em comum: os dois comandantes adotam o mistério.

Joel não revelou se Marcelo Mattos, afastado há 40 dias por lesão, será ou não titular. Somália está de sobreviso. De qualquer forma, o volante atuará, pelo menos 45 minutos.

“Isso é um segredo de estado guardado na minha prancheta. Time só 40 minutos antes da partida. De qualquer maneira, é um ganho para nossa equipe, pois é um líder e grande jogador", declarou Joel.

Ricardo Gomes tem uma dúvida na lateral direita. Fágner, suspenso com o terceiro cartão amarelo, foi a causa da dor de cabeça do treinador durante a semana. Quatro jogadores foram testados na posição. Como nenhum deles é especialista, o ponto de interrogação permanecerá, a exemplo do técnico rival, até o vestiário.

Os volantes Rômulo e Allan brigam são os candidatos. A tendência, no entanto, é a escalação do primeiro. Caso Allan seja o escolhido, Rômulo será mantido no meio, empurrado Diego Souza para o ataque, ao lado de Eder Luis. Elton será o sacrificado.

“Quero pensar mais um pouco. Na hora, vocês vão ter a escalação. O mais importante é podermos testar a equipe. Já estamos treinando há algum tempo aguardando este momento”, disse Ricardo Gomes.
 

FICHA TÉCNICA – VASCO x BOTAFOGO
Local: Estádio Olímpico João Havelange, Engenhão (RJ)
Data: 20 de março de 2011, domingo
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols
Assistentes: Jackson Lourenço Massarra dos Santos e Wagner de Almeida Santos

VASCO: Fernando Prass; Rômulo, Dedé, Casinha e Ramon; Eduardo Costa, Felipe, Bernardo e Diego Souza; Elton e Eder Luis
Técnico: Ricardo Gomes
BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, João Filipe, Márcio Rosário e Márcio Azevedo (Somália); Rodrigo Mancha, Arévalo, Somália (Marcelo Mattos) e Everton; Herrera e Loco Abreu
Técnico: Joel Santana
 

Leia tudo sobre: vascobotafogo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG