Autor dos dois gols do Cruzeiro no empate com o Atlético-MG, atacante comemorou bastante o resultado

O nome do primeiro clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro em 2012 foi o atacante Anselmo Ramon. O camisa 11 do time celeste marcou os dois gols do empate cruzeirense, que perdia a partida por 2 a 0. Além disso, Anselmo Ramon teve uma chance clara aos seis minutos do segundo tempo, quando perde uma oportunidade com o goleiro rival já batido. Mas no entendimento do atacante, o resultado teve sabor de vitória.

Veja também: Confira a classificação atualizada do Campeonato Mineiro

Depois da partida, Anselmo Ramon ressaltou a força que teve a equipe celeste. O jogador não lamentou o gol perdido e disse que teve ajuda dos companheiros para se redimir e marcar os dois gols celestes na partida.

Leia também: Cruzeiro reage e consegue empate diante do Atlético-MG

"Foi um jogo bom. Saímos atrás no placar e tivemos forças para fazer os dois gols. E o gol que perdi não vai ser o primeiro e nem vai ser o último que vou perder pelo Cruzeiro ou por qualquer outro clube. É levantar a cabeça, estou contente, pois tive personalidade e agradeço bastante os meus companheiros que me ajudaram bastante”, disse Anselmo Ramon, que comemorou o empate como uma vitória.

“Com certeza, ainda mais em um clássico. Estar vencendo por 2 a 0 e deixar o nosso time empatar, para a gente foi muito bom, foi com gosto de vitória”.

E o jogador do Cruzeiro tinha razão. Depois da partida era possível escutar a festa dentro do vestiário cruzeirense, que apesar do empate ainda precisa torcer por uma derrota do Atlético-MG para terminar a primeira fase do Estadual na liderança. Além de vencer o Uberaba, o Cruzeiro torce por uma vitória do Tupi. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.