Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Anelka justifica insucesso no Real: "Não queria ser um galáctico"

Atacante francês defendeu clube espanhol na temporada 1999/2000, mas não correspondeu às expectativas

Gazeta |

Getty Images
Anelka conduz a bola durante o confronto entre Chelsea e Aston Villa no Stamford Bridge
O atacante Nicolas Anelka não conseguiu fazer sucesso no Real Madrid. Em sua passagem pelo clube, na temporada 1999/2000, o jogador não correspondeu às expectativas, mas tem uma justificativa: queriam que ele fosse um galáctico, mas ele não queria.

Depois de uma passagem boa pelo Arsenal, ele chegou à Espanha com moral, mas acredita que teria feito mais sucesso se houvesse menos assédio. "Eu queria ter uma vida normal, poder passear na rua como qualquer um, mas não conseguia ter isto em Madri, como tenho atualmente em Londres", revelou o atleta, em entrevista ao site oficial do Chelsea, seu atual clube.

"Aquele foi um ano muito difícil em campo, porque também foi difícil fora dos terrenos de jogo", analisou o jogador, que tem na ponta da língua todos os motivos que o prejudicaram em sua passagem pela Espanha.

"Foi complicado me sentir parte da equipe. Em primeiro lugar, eu não sabia falar castelhano, o que não é uma desculpa, mas a mentalidade era muito diferente em relação à Inglaterra. Sabia que aquilo não era para mim e por isto só fiquei um ano", disse. "A imprensa logo me colocou como um galáctico, mas eu não queria ser uma grande estrela. Claro que queria dentro do campo, mas fora dele eu queria ter uma vida normal. Aparecia nos jornais para onde eu ia, se eu saia, o que eu comprava... Não queria levar aquele tipo de vida."

Apesar disto, o atleta tem uma boa memória de sua passagem pelos merengues. "No final, foi bom, porque conseguimos ganhar a Copa dos Campeões e eu fiz um gol nas semifinais. Mas, mesmo assim, foi um ano duro para mim", concluiu.

Leia tudo sobre: genetanelkareal madridchelsea

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG