Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrezinho ganha chance, decide e deve voltar pro banco no Inter

Meia-atacante já não se incomoda mais tanto com o fato de não ser titular e recebe elogios do presidente

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

O rótulo de 12º jogador já incomodou, mas o meia-atacante Andrezinho parece realmente um jogador fundamental para ser usado de forma esporádica pelo Inter. Nesta quarta-feira, na vitória diante do São José, ele voltou a ter uma chance como titular e não desapontou. Fez o gol da vitória.

“Estou feliz no Inter, independente de jogar. Eu já estava com saudade de vir pra entrevista coletiva. Sempre mostraram confiança em mim aqui. Tenho muito prazer de trabalhar no Inter e procuro ajudar da melhor maneira possível”, disse.

Há mais de três anos em Porto Alegre foram raras as vezes que o jogador teve uma sequência como titular. Na grande maioria das vezes ele entra como substituto no decorrer dos jogos. Andrezinho acaba invariavelmente decidindo as partidas com gols, seja com a bola parada, uma especialidade, ou com ela rolando. O fato de não jogar com muita frequência não parece mais incomodar tanto.

“Tive duas ou três propostas. Teve do Corinthians, uma outra do exterior. Isto prova que o meu trabalho está sendo bem feito”, comentou.

O presidente Giovanni Luigi confirmou que por vezes foi difícil segurar o meia-atacante e admitiu que Andrezinho tem um papel fundamental.

“O Andrezinho tem um caráter extraordinário. É um jogador tecnicamente importante e será muito importante neste ano mais uma vez. Já tivemos um número impressionante de sondagens e propostas pelo Andrezinho. É um jogador diferenciado e temos confiança nele”, avaliou.

No sábado o Inter recebe o São Luiz pelo Gauchão. D`Alessandro, recuperado de lesão, pode voltar ao time. Neste caso Andrezinho voltaria ao banco de reservas. Se não for no sábado, será na quarta-feira quando o Jorge Wilstermann visita o Beira-Rio pela Libertadores. Andrezinho já parece acostumado, mas não se incomoda mais. O Inter também não, porque sabe que ele corresponde quando é chamado.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG