Tamanho do texto

Meia-atacante do Inter também avisa que o time não precisa de motivação extra para entrar em campo

Pelo visto a decepção de ter sido eliminado da Libertadores e ter perdido o jogo de ida da final do Gauchão já passou. Andrezinho , meia-atacante do Internacional , esbanjou confiança em reverter o resultado final do Campeonato Gaúcho.

“É bom quando você é desafiado, quando todos te colocam a prova, é nessa hora que o grande jogador aparece. Está mais que provado que o futebol só termina quando o juiz acaba. Foi apenas o primeiro tempo dos 180 minutos. O torcedor não só pode como deve (acreditar). Já provamos várias vezes a nossa capacidade”, avisou.

Ele concordou com o que disse o técnico Falcão. O grupo não precisa de motivação extra. Os jogadores estão “mordidos” e querem dar a volta por cima.

“Jogador de futebol não precisa motivação extra. Só o fato de você fazer o que sempre sonhou já é um prêmio. Quando eu era pequeno eu pagava para jogar na escolinha, dormia sonhando com o futebol. Hoje você é bem pago para jogar, pessoas apostam em você, então temos a oportunidade de virar o resultado.”, explicou.

O treino da manhã desta quarta-feira foi fechado. Falcão começou a decidir qual o time escalar no Gre-Nal do próximo domingo, 16h, no estádio Olímpico. Sem Tinga, suspenso, Oscar deve ser o substituto. Uma escalação provável teria Renan; Nei, Bolívar (Índio), Rodrigo e Kléber; Bolatti, Guiñazu, Andrezinho, D´Alessandro e Oscar; Leandro Damião.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.