Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés Sanchez cobra datas para treinos e amistosos

Presidente do Corinthians pede Estaduais mais curtos e prazo no meio do ano para confrontos com europeus

iG São Paulo |

Em meio às discussões sobre o novo contrato de transmissão dos jogos e o rompimento com o Clube dos 13, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, cobrou mudanças no calendário do futebol brasileiro.

Para o dirigente, os grandes clubes deveriam ingressar nos Campeonatos Estaduais apenas nas fases eliminatórias. "Clubes grandes têm de entrar nos estaduais apenas nas oitavas ou nas quartas de final", disse Sanchez, em entrevista ao canal pago "PFC". "É preciso dar mais tempo para a pré-temporada dos jogadores. Do jeito que está é prejudicial..."

O presidente do Corinthians cita as temporadas de 2006 e 2010, quando o Brasileirão foi paralisado para a disputa da Copa do Mundo, como um exemplo de que é possível flexibilizar o atual calendário. "Se conseguimos ficar 40 ou 45 dias parados para a Copa, é porque há datas disponíveis", afirmou. "Então é preciso separar mais 10 ou 15 dias para pré-temporada no início do ano e outros 10 ou 15 dias para amistosos internacionais na metade da temporada. Precisamos jogar amistosos com os clubes europeus, aproveitar a pré-temporada deles..."

Sanchez defendeu a manutenção do Campeonato Brasileiro sob a fórmula dos pontos corridos. "É o mais justo. Está bom do jeito que está. Já temos o mata-mata nos Estaduais, na Libertadores, na Copa do Brasil."

O dirigente insinuou que tais mudanças estão para sair do papel. "Vai mudar. Podem aguardar que vai mudar, talvez logo...", disse Sanchez, que é aliado político do presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

Leia tudo sobre: CorinthiansAndrés Sanchez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG