Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés nega que proposta por Tevez seja uma forma de ajudar Kia

Perguntado se não estaria oferecendo milhões por Tevez para valorizá-lo no mercado, presidente ironizou

Bruno Winckler, iG São Paulo |

AE
Kia mudou discurso e Andrés se esquivou
Kia Joorabchian, ex-parceiro do Corinthians e ainda amigo de Andrés Sanchez, declarou na quinta-feira que uma mudança para o futebol espanhol seria uma boa para Carlitos Tevez , seu cliente. A declaração dada dois dias depois de o presidente corintiano confirmar proposta de cerca R$ 90 milhões ao Manchester City pelo jogador causou estranheza, já que na segunda e na terça Kia havia dito que seu sonho era que Tevez voltasse ao Corinthians.

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

As declarações do empresário iraniano suscitaram uma dúvida sobre o nível da parceria de Kia e Andrés. O presidente corintiano não nega ainda ter contato com o ex-homem forte da MSI, tanto que foi convidado para o seu casamento em Londres em 2009 e esteve com o empresário na sua última visita ao Brasil em setembro do ano passado.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e convide seus amigos a entrarem também

Após o jogo contra o Inter, na quinta-feira, Andrés foi perguntado se a oferta de 40 milhões de euros ao Manchester City não serviu apenas para atender a um jogo de interesses de Kia para valorizar seu jogador no mercado estrangeiro. Constrangido, Andrés respondeu, seco.

“Claro. Pus 40 para alguém dar 60 e levar ele, tem razão”, disse, irônico, sem mais palavras. Andrés afirmou ainda que a Juventus fez oferta de 52 milhões de euros (cerca de R$ 115 milhões) por Tevez. O dirigente disse, contudo, que não vai alterar sua oferta . O Manchester City, por sua vez, negou que a Juventus tenha feito uma proposta pelo argentino.

Ao site britânico TalkSport, Kia disse que via com bons olhos uma transferência de Tevez para a Espanha pela cultura e pela língua espanhola. Tevez tem dificuldade para aprender inglês mesmo morando desde 2006 na Inglaterra. “Na Espanha, ele vai falar a mesma língua. Além disso, você pode ver vários jogadores argentinos e brasileiros jogando na Espanha. Eles se adaptam muito facilmente ao país. No futebol, é muito difícil você dizer categoricamente que isso ou aquilo pode ou nunca pode acontecer”, disse Kia, esquecendo-se que na segunda-feira declarou que o Corinthians era um destino provável.

“O negócio está caminhando, o Corinthians entrou em contato e estamos vendo a possibilidade. Mas ainda não posso falar que está certo. O Tevez gosta muito do Brasil e quer jogar no Corinthians novamente”, disse Kia à ESPN.

Leia tudo sobre: corinthianstevezkiaandrésmanchester cityinglaterra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG