Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés espera por Willian e Marcinho

Presidente acredita que anuncia Willian nesta segunda. Já Marcinho depende de liberação de time árabe

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O atacante Willian, destaque do Figueirense na Série B com 12 gols, está bem perto de acertar com o Corinthians, segundo disse o presidente Andrés Sanchez. As conversas com o jogador estão adiantadas e o anúncio pode acontecer ainda nesta segunda-feira.

O Banco BMG pagará ao empresário do atleta, Eduardo Uram, para adquirir 50% dos seus direitos federativos. Os outros 50% do jogador pertencem ao Atlético-PR, que não pretende negociar sua parte, mas não deve impedir a ida do atacante para o Corinthians.

“Acho que até o final da tarde assinamos tudo. O Banco BMG vai comprar 50% dos direitos que pertencem ao Eduardo Uram (empresário do atleta) e o Corinthians ficará com 15% do lucro em uma futura venda. E vamos ver o que o Atlético-PR vai decidir”, disse Andrés, que descartou um possível retorno do volante Cristian, atualmente no Fenerbahce.

O Corinthians não pagará nada para ter o jogador, caso semelhante ao vivido pelo clube quando contratou o volante Elias, na metade de 2008, da Ponte Preta. Na época o jogador teve 50% dos seus direitos pagos pela Traffic, que o colocou no Corinthians. Posteriormente o clube pagou R$ 1,2 milhões à empresa pela parte dela e agora, após a venda do jogador para o Atlético de Madri, faturou metade do valor da transação, estimada em 7 milhões de euros.

Outra negociação em andamento envolve o atacante Marcinho, do Qatar SC. O que emperra o anúncio é o fato de o contrato de Marcinho com seu clube ser válido até maio. Se o clube árabe não quiser liberá-lo antes, o jogador só chegará na metade do ano. Andrés diz que os empresários do jogador tentam dobrar os árabes a anteciparem sua saída.

“Com o Marcinho está tudo acertado, salário, luvas. Ele tem mais cinco meses de contrato no Qatar e os empresários estão viajando hoje ou amanhã para tentar a liberação. Se conseguirem, ele se apresenta agora, senão, só em maio”, disse o presidente corintiano.

Mudança no departamento médico
O médico Paulo de Faria, que trabalhou no clube há mais de 30 anos, foi demitido. O ortopedista Ricardo Galoti assume sua função a partir desta segunda-feira. Segundo Andrés, a saída de Faria já estava acertada e aconteceu normalmente por orientação de Joaquim Grava, consultor médico do clube.

“O Joaquim Grava tomou essa decisão e a diretoria acatou. Temos que reciclar, todo mundo está aqui de passagem. Ele prestou mais de 30 anos de serviço ao clube, da piscina ao futebol profissional. É uma grande pessoa e um grande profissional”, disse Andrés.

Leia tudo sobre: corinthiansfutebolandrés sanchez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG