Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés diz que não vai passar por cima do Santos para ter Ganso

Presidente corintiano admite conversa com jogador em reunião com Ronaldo, mas reafirma respeito ao rival

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse nesta terça-feira que apesar das notícias que ligam Paulo Henrique Ganso, do Santos, ao clube do Parque São Jorge, "não passará por cima" do time da Vila Belmiro em uma possível negociação.

"Não gostaria que um clube tirasse um jogador nosso na marra. E não vamos fazer isso com o Santos e nem com nenhum outro clube. Não tem essa de depositar multa rescisória", disse Sanchez, ao iG, por telefone. O presidente corintiano admitiu que esteve com Ganso na sexta-feira, quando Ronaldo ofereceu um projeto para gerenciar a carreira do meia santista. "Mas não falamos de contrato. Nada. Não é certo com o Santos", disse Andrés, repetindo discurso feito há uma semana, quando falou à "Rádio Bandeirantes" que não passaria por cima do Santos.

Segundo o jornal "Lance!", em notícia divulgada nessa terça-feira, o Corinthians estaria pronto para anunciar um contrato de três ou quatro anos com Ganso, já prevendo uma eventual negociação do jogador para um clube europeu logo após o Brasileirão desta temporada.

AE
Ganso atrasou o embarque do Santos para o Paraguai nesta terça, e não falou com os jornalistas

O clube do Parque São Jorge serviria de ponte do jogador para a Europa. Tal transação contaria com a ajuda de um investidor e da DIS, dona de 45% dos direitos de Ganso, para bancar os R$ 59,4 milhões da multa para times brasileiros. Para o mercado estrangeiro, a cláusula é de R$ 102,8 mi.

"Não tem essa de ponte. Se o Ganso sair por conta própria do Santos, e procurar um clube para jogar no Brasil podemos conversar, mas antes vou falar com o Santos. Não é correto fazer as coisas fora da ética e já disse isso para o Luís Álvaro (Oliveira Ribeiro, presidente do Santos)", disse Sanchez.

O técnico Tite, na semana passada, disse que não veria problema em ter Ganso na sua equipe mesmo que por "três meses", até a abertura da janela de transferências para a Europa, em agosto.

O Corinthians usa o mesmo discurso de defensor da "ética" para falar de um acordo com Gilberto, atacante do Santa Cruz que interessa ao clube. O time pernambucano sinaliza que só pretende negociar o jogador depois do Campeonato Estadual.

"A gente já conversou, o jogador quer vir, mas o Santa Cruz não libera antes do campeonato acabar. A gente respeita o clube. Vamos esperar eles encerrarem a participação deles e aí a gente vê como fica com o Gilberto", disse o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves.


 

Leia tudo sobre: CorinthiansSantosGansoRonaldomercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG