Tamanho do texto

Presidente corintiano admite conversa com jogador em reunião com Ronaldo, mas reafirma respeito ao rival

O presidente do Corinthians , Andrés Sanchez, disse nesta terça-feira que apesar das notícias que ligam Paulo Henrique Ganso , do Santos , ao clube do Parque São Jorge, "não passará por cima" do time da Vila Belmiro em uma possível negociação.

"Não gostaria que um clube tirasse um jogador nosso na marra. E não vamos fazer isso com o Santos e nem com nenhum outro clube. Não tem essa de depositar multa rescisória", disse Sanchez, ao iG , por telefone. O presidente corintiano admitiu que esteve com Ganso na sexta-feira , quando Ronaldo ofereceu um projeto para gerenciar a carreira do meia santista. "Mas não falamos de contrato. Nada. Não é certo com o Santos", disse Andrés, repetindo discurso feito há uma semana , quando falou à "Rádio Bandeirantes" que não passaria por cima do Santos.

Segundo o jornal "Lance!", em notícia divulgada nessa terça-feira , o Corinthians estaria pronto para anunciar um contrato de três ou quatro anos com Ganso, já prevendo uma eventual negociação do jogador para um clube europeu logo após o Brasileirão desta temporada.

Ganso atrasou o embarque do Santos para o Paraguai nesta terça, e não falou com os jornalistas
AE
Ganso atrasou o embarque do Santos para o Paraguai nesta terça, e não falou com os jornalistas

O clube do Parque São Jorge serviria de ponte do jogador para a Europa. Tal transação contaria com a ajuda de um investidor e da DIS, dona de 45% dos direitos de Ganso, para bancar os R$ 59,4 milhões da multa para times brasileiros. Para o mercado estrangeiro, a cláusula é de R$ 102,8 mi.

"Não tem essa de ponte. Se o Ganso sair por conta própria do Santos, e procurar um clube para jogar no Brasil podemos conversar, mas antes vou falar com o Santos. Não é correto fazer as coisas fora da ética e já disse isso para o Luís Álvaro (Oliveira Ribeiro, presidente do Santos)", disse Sanchez.

O técnico Tite, na semana passada, disse que não veria problema em ter Ganso na sua equipe mesmo que por "três meses", até a abertura da janela de transferências para a Europa, em agosto.

O Corinthians usa o mesmo discurso de defensor da "ética" para falar de um acordo com Gilberto, atacante do Santa Cruz que interessa ao clube . O time pernambucano sinaliza que só pretende negociar o jogador depois do Campeonato Estadual.

"A gente já conversou, o jogador quer vir, mas o Santa Cruz não libera antes do campeonato acabar. A gente respeita o clube. Vamos esperar eles encerrarem a participação deles e aí a gente vê como fica com o Gilberto", disse o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.