Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés diz que não convoca, mas veta jogador na seleção

Diretor da CBF afirmou que pode proibir convocação de atletas que tiverem problemas de disciplina

Paulo Passos, iG São Paulo |

Getty Images
Diretor da CBF, Andres Sanchez afirma que tem poder para vetar jogador na seleção
O diretor da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Andrés Sanchez, afirmou nesta segunda-feira que não tem interferência nas convocações da seleção, mas que poderá vetar jogadores. De acordo com o ex-presidente do Corinthians, ele tem poder para proibir um atleta na seleção. A afirmação foi feita em sabatina realizada pelo jornal Folha de S. Paulo e pelo UOL.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Quem vai convocar e desconvocar jogador é a comissão técnica. Se tiver problema disciplinar, eu interfiro. Posso proibir convocação”, disse Andrés Sanchez. O corintiano assumiu a direção de seleções da CBF em novembro de 2011.

Leia também: Pelé grava mensagem bem-humorada e dá parabéns a Neymar

O cartola também afirmou que vetará a realização de cultos religiosos em ambientes coletivos da seleção. “Não vai ter culto. Se quiser, vai rezar no quarto. Lá jogador pode fazer o que quiser”, afirmou.

A prática de cultos religiosos no ambiente da seleção acontece há mais de uma década. Na era Dunga, era mais acentuada, já que o auxiliar-técnico do treinador, Jorginho, era dirigente dos Atletas de Cristo. 

Leia tudo sobre: seleção brasileiraandrés sanchez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG