Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés diz que bom humor o levou a pedir desculpas a Leão

Dirigente divulgou uma nota no site da CBF se retratando por ter chamado o técnico de mentiroso. Leão elogiou a postura

Paulo Passos, enviado iG a St. Gallen |

Mowa Press
Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF
Após divulgar uma nota se retratando por ter chamado Emerson Leão de mentiroso, o diretor de seleções da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Andrés Sanchez afirmou que tomou a atitude porque estava de bom humor.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Uma coisa é dizer que a notícia que foi veiculada é mentirosa, outra é que ele é mentiroso. Estava de bom humor e resolvi divulgar essa nota. Vou aproveitar que ele (Leão) está paz e amor”, ironizou o cartola, no hotel onde a seleção brasileira está hospedada em St. Gallen. Na cidade Suíça, a equipe enfrenta a Bósnia às 16h desta terça-feira.

Leia também: Andrés pede desculpas por chamar Leão de mentiroso

A discussão entre Leão e Sanchez teve como pano de fundo a convocação do meia Lucas, do São Paulo, para o amistoso da seleção brasileira contra a Bósnia. Ansioso por contar com o jogador no clássico contra o Palmeiras, disputado no último domingo, Leão disparou contra a CBF e insinuou que a entidade pediu para que seu jogador forçasse um cartão para que não pudesse jogar o clássico.

Andrés, que como presidente corintiano sempre esteve em rota de colisão com o São Paulo, rebateu a acusação e chamou Leão de mentiroso. "Ele (Leão) é um irresponsável por falar isso. Ele precisa ir ao STJD para responder por essas acusações. Ele não pode insinuar uma coisa dessas. Ele é um mentiroso.”

Veja ainda: Juvenal chama Andrés de analfabeto

Por fim, Lucas foi mesmo liberado e só se apresentou à seleção após o empate por 3 a 3 com o Palmeiras. Andrés, porém, afirmou que o São Paulo "queimou um cartucho" ao obter tal liberação junto à CBF.

Leão elogia a postura de Andrés

Nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, Emerson Leão elogiou a atitude do ex-presidente do Corinthians.

“Quero deixar meu agradecimento ao Andrés Sanchez. Ninguém falou por mal, e sim pelo bem do futebol brasileiro”, disse. “Sinceramente, não entendo isso como uma retratação. O que o Andrés fez foi expressar a realidade daquilo que estava interpretando. Como ele errou na explicação, ele corrigiu. Estou muito satisfeito. Quando eu errar, vou corrigir também”, acrescentou.

*colaborou João Pontes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG