Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Andrés admite fazer proposta para ter Adriano no Corinthians

Presidente disse que poderia oferecer ao "Imperador" o mesmo salário rejeitado por Luís Fabiano

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Na coletiva que concedeu na manhã deste sábado no CT do Parque Ecológico, o presidente Andrés Sanchez disse poderia oferecer a Adriano, ex-Roma, o mesmo salário (R$ 550 mil) que apresentou para Luis Fabiano, em janeiro, quando o Corinthians tentou a contratação do atacante ao Sevilla. Na sexta, o "Fabuloso" foi anunciado pelo São Paulo.

AgNews
Corinthians admite proposta para ter Adriano

Esta foi a primeira vez, desde novembro, quando começaram as especulações que ligavam o "Imperador" ao Corinthians, que Sanchez disse ser possível contratar o jogador, livre para negociar com qualquer clube depois que rescindiu seu contrato com a Roma. Era justamente o vínculo do jogador com o clube italiano que impedia o Corinthians de fazer uma proposta para tê-lo.

"O Adriano não estava vindo para o Corinthians (antes). Eu posso contratar ele amanhã, mas digo desde 23 novembro que não havia nada. Quem não quer Adriano? O Tirone (presidente do Palmeiras) fala que não quer porque ele não tem dinheiro suficiente. Não negociei nada, falo isso há quatro meses. Qualquer time quer o Adriano, mas tem que ver se tem condições financeiras", disse Sanchez.

"Posso oferecer um salário para o Adriano. O resto eu omito", disse o presidente, sobre a chance de oferecer ao "Imperador" o mesmo valor dos vencimentos que ofereceu a Luís Fabiano.

No final dde 2010, em entrevista coletiva, Ronaldo disse que Adriano seria seu subtituto ideal no Corinthians ao final de 2011, quando a priori se aposentaria. Na época, Andrés ironizou e disse que se o "Fenômeno" "assinasse os cheques", contrataria Adriano.

Leia tudo sobre: corinthiansadrianomercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG