Vitória por 4 a 0 sobre Atlético-PR fez time gaúcho livrar três pontos dos últimos colocados

O domingo foi do Grêmio . Foi de André Lima . E, claro, foi de alívio para a torcida. Com três gols do centroavante, o time de Celso Roth teve boa atuação e, sem dificuldade, goleou o Atlético-PR por 4 a 0, em tarde ensolarada, no Olímpico.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo realnull

A vitória teve outros nomes. Escudero , que abriu o placar, Douglas , Marquinhos e Julio Cesar participaram dos gols e ajudaram o time a subir para o 14º lugar, com 24 pontos, três a mais do que a zona de rebaixamento. Turma na qual o time paranaense permanece: é o 19º, com 18 pontos.

Na quinta-feira, o Grêmio desafia o Bahia. O Atlético-PR, um dia antes, recebe o Palmeiras.

O jogo

O Grêmio conseguiu contrariar a sua história recente no Brasileirão. Atuação irregular, o pior ataque e os problemas defensivos ficaram para trás. Deram lugar ao domínio do adversário, jogadas ofensivas envolventes e uma zaga segura.

Basta ver que o Atlético-PR, em todo o primeiro tempo, não conseguiu nenhuma finalização no gol de Victor. O Grêmio, ao contrário, empilhou oportunidades. E fez dois belos gols.

Tudo fruto da semana de treinos, na qual Celso Roth, pela primeira vez desde que assumiu o time, em 4 de agosto, priorizou os movimentos de ataque. Então, aos 19 minutos, Escudero abriu o placar. O chute cruzado foi o último movimento de uma jogada plástica. O argentino tabelou com André Lima, o centroavante achou Douglas, que serviu quem havia começado o ataque. Sempre em toques de primeira.

A tática se repetiu no segundo gol, de André Lima, aos 32 minutos. Marquinhos tabelou com o centroavante, que devolveu de calcanhar, o meia avançou, lançou para Escudero e este devolveu para o atacante desviar de Renan Rocha.

E olha que, antes dos gols, o goleiro havia feito duas grandes defesas. O primeiro tempo, enfim, foi perfeito.

Com Edigar, o técnico Antônio Lopes decidiu reforçar o ataque. Sacou Mádson, mas manteve o sistema com três zagueiros. Não deu certo. Um lance, aos dez minutos, retratou a atuação da equipe: Pablo tentou puxar o contragolpe, aos dez minutos, mas era o único jogador no campo de ataque contra seis defensores. Outro exemplo: Marcinho, aos 19, acertou o primeiro chute no gol de Victor.

Então, com mais dois gols, André Lima transformou uma boa atuação em goleada. Aos 15, de fora da área, bateu rasteiro ao aproveitar rebote de cruzamento de Julio Cesar. De pênalti, seis minutos mais tarde, após Julio Cesar ser derrubado por Guerrón, fechou o placar.

Ainda deu tempo para a torcida gritar “olé”. Só não deixou o Olímpico totalmente feliz pois André Lima fez falta boba e levou o terceiro amarelo. Está suspenso contra o Bahia...

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 0 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 4 de setembro de 2011, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Luís Marques
Cartões amarelos: Edcarlos, André Lima (Grêmio) e Guerrón, Pablo (Atlético-PR)
Público: 18.747 (16.245 pagantes)
Renda: R$ 316.813

Gols:

Grêmio: Escudero, aos 19 minutos, e André Lima, aos 32, do primeiro tempo, aos 15 e aos 21 do segundo tempo.

GRÊMIO: Victor; Mário, Saimon, Edcarlos e Julio Cesar (Bruno Collaço); Fábio Rochemback, Fernando, Douglas, Marquinhos (Adilson) e Escudero; André Lima (Brandão). Técnico: Celso Roth

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Manoel, Fransérgio e Fabrício; Wágner Diniz (Guerrón), Deivid, Cléber Santana, Marcinho (Wendel) e Paulinho; Mádson (Edigar) e Pablo. Técnico: Antônio Lopes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.