Time do Distrito Federal segue na zona de rebaixamento após o revés para a Portuguesa, no Canindé

Ainda um pouco desapontado com a derrota de virada sofrida para a Portuguesa na última terça-feira, que manteve o Brasiliense na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Andrade lamentou os desfalques da equipe para a partida (cinco no total) e disse que os atletas sentiram a falta de ritmo.

"Não houve diferença de qualidade, mas a falta de ritmo de jogo dos que entraram e não estavam jogando", afirmou o treinador, que ainda reclamou do 'apagão' das luzes no Canindé, logo após o gol de Aloísio Chulapa.

"Aquele apagão foi uma ducha de água fria para a gente", lastimou o comandante. Porém, Andrade ainda lembrou dos confrontos restantes para o time do Distrito Federal, que está dois pontos atrás do Náutico, primeiro fora da degola. "Temos dois jogos em casa para definir a nossa situação", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.