Tamanho do texto

Leandro Castán acertou tiro de chumbinho acidental em Leonardo Pessuto, que está em observação

O zagueiro Leandro Castán , do Corinthians , acertou um tiro de chumbinho de maneira acidental em seu amigo Leonardo Miguel Calixto Pessuto, que teve que ser hospitalizado na noite da última segunda-feira. O defensor estava de folga em Jaú (interior de São Paulo, a cerca de 300km da capital), cidade em que nasceu, após o jogo de seu time contra o Coritiba , no domingo, quando o incidente aconteceu.

Segundo a Santa Casa de Jaú relatou ao iG , Pessuto está internado e em observação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital, devido a uma perfuração no pulmão. De acordo com a Santa Casa, seu estado é grave. Já no Corinthians, o discurso oficial é de que o estado de saúde de Leonardo é estável. A pedido da família, nenhuma informação sobre o incidente e também possíveis cirurgias serão divulgadas.

De acordo com o gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, Leonardo ficará em observação por 48 horas. "Ele passou por tomografia na área atingida e também por uma drenagem, de acordo com o que me passaram. E o resultado foi satisfatório. A situação é estável", disse Edu. O dirigente disse ainda que o clube se colocou à disposição da família de Leonardo e de Castán para arcar com todos os procedimentos do caso.

"O Sport Club Corinthians Paulista está à disposição do Leonardo e de sua família para qualquer necessidade. Foi um acidente", contou. "A bala perfurou o baço e chegou perto do coração perfurando o pulmão. É uma região delicada, mas já falamos com os pais do Leonardo para saber que tipo de atitudes vamos tomar", completou.

Leandro Castán começou no Atlético-MG. Passou pelo Barueri antes de assinar com o Corinthians em 2010
Gazeta Press
Leandro Castán começou no Atlético-MG. Passou pelo Barueri antes de assinar com o Corinthians em 2010

Segundo Edu, Castán veio a São Paulo nesta manhã muito abalado, mas dirigindo seu carro. Ele se apresentou normalmente para o treino desta terça-feira, no CT Joaquim Grava. "Ele está bastante abalado, mas veio para cá conduzindo seu veículo. O Leonardo é amigo da família e todos estão muito abalados com o que aconteceu, mas todas as medidas estão sendo tomadas da forma certa", disse Edu.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, registrado às 19h da segunda-feira em Jaú, Castán não estava sob efeito de álcool ou qualquer outra droga. "O comportamento do Castán aqui no Corinthians é exemplar. A gente sabe que ele não bebe e não fuma nenhum tipo de cigarro, não tem nenhum vício", completou Edu. Castán é um dos evangélicos do grupo de atletas Corinthians. Ele não apareceu no campo nesta manhã e ficou apenas nos vestiários do CT, longe das câmeras.

O defensor joga pelo Corinthians desde 2010, quando foi contratado do Grêmio Barueri , e tem sido titular da equipe do Parque São Jorge ao lado de Chicão .