Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Unilever bate Pinheiros fora e larga na frente na semifinal

Equipe carioca, dirigida por Bernardinho, foi a São Paulo e venceu por 3 a 0. Próximo jogo é no Rio

Gazeta |

Um dos mais tradicionais times do Rio de Janeiro corre sério risco de escrever uma das páginas mais tristes de sua história na noite deste sábado. O America visita o Macaé, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ), pela penúltima rodada da fase de classificação da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Diabo, caso não consiga sair de campo vitorioso, estará rebaixado por antecipação para a Segunda Divisão.

O America segura a lanterna da classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos e vale para critério de rebaixamento, com sete pontos, um a menos do que a Cabofriense, que abre a zona de risco e que no mesmo horário encara o Vasco. Mesmo que vença o Macaé, o Diabo seguirá na zona de rebaixamento e deixará sua sorte para a última rodada. Ainda assim, os americanos tentam manter a confiança de não repetir a vergonha de 2008, quando foram rebaixados pela primeira vez.

"Enquanto existir esperanças vamos lutar e tentar honrar a camisa do America. Se ganharmos neste sábado jogaremos tudo para a última rodada, onde qualquer coisa pode acontecer", disse Marcelo Buarque, técnico do clube. Com 13 pontos conquistados, o Macaé ainda corre risco de rebaixamento, mas precisa de apenas mais um ponto para afastar o risco matemático.

Outros jogos
Outras três partidas envolvendo equipes de menor investimento acontecem neste sábado, às 15h30 (de Brasília). Destaque para o Olaria, que lidera o Grupo B da Taça Rio com 13 pontos e visita o Volta Redonda no Estádio Raulino de Oliveira. Caso ganhe a partida, o time da Rua Bariri poderá, dependendo da combinação de resultados de domingo, garantir por antecipação a vaga nas semifinais. Já o Voltaço, com 12 pontos na classificação geral, precisa ganhar para afastar qualquer risco de rebaixamento.

Também lutando contra o rebaixamento, o Madureira, que tem 12 pontos na classificação geral, recebe o Boavista no estádio de Conselheiro Galvão. O Tricolor suburbano também afasta o risco de queda em caso de triunfo, mas terá trabalho. A equipe da Região dos Lagos, na quarta posição do Grupo A com dez pontos, ainda sonha com a vaga nas semifinais.

Já livres do risco de queda e na parte intermediária da tabela de classificação geral, Nova Iguaçu e Bangu, que somam seis pontos na Taça Rio e não almejam mais uma vaga na semifinal, apenas cumprem tabela no Estádio Laranjão, em Nova Iguaçu.

Leia tudo sobre: ameriquinhacampeonato carioca 2011madureiraolaria

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG