O time paulista venceu por 2 a 1, chegou a 20 pontos e segue firme na briga pela ponta da tabela

O Americana manteve a invencibilidade no Campeonato Brasileiro da série B, atuando no estádio Décio Vitta, e conquistou uma excelente vitória sobre o Boa Esporte, neste sábado. O time paulista venceu por 2 a 1, chegou a 20 pontos e segue firme na briga pela ponta da tabela e pelo acesso à elite do futebol brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Dodô e Alê, enquanto Thiago Carvalho anotou o tento de honra do Boa.

O time do técnico Nedo Xavier ocupa uma posição intermediária na tabela da Série B, com apenas 12 pontos em dez jogos. São três vitórias, três empates e quatro derrotas. Além disso, o time tem um dos piores ataques da competição, com apenas sete gols marcados. Já o Americana possui uma campanha melhor, com seis vitórias, dois empates e duas derrotas.

Na próxima rodada da série B do Campeonato Brasileiro, o Boa Esporte vai duelar contra a Portuguesa, sexta-feira, no estádio Dilzon Melo, em Varginha, no Sul de Minas. Já o Americana tem pela frente um jogo complicado contra o Náutico, no Aflitos, na próxima terça-feira.

O jogo

Apesar de o Americana atuar em casa, a partida começou de forma bastante equilibrada, com as duas equipes se estudando muito, mas o time do interior paulista apresentou um pouco de mais de volume de jogo nos minutos iniciais. Dessa forma, as chances reais de gol demoraram a surgir, as melhores oportunidades para os dois times surgiam nas jogadas de bola parada.

Aos 14, Valdo, que era um dos estreantes da noite no time mineiro, arriscou um arremate de longa distância, mas o goleiro Jaílson conseguiu fazer a defesa em dois tempos. Aos 22, o Americana chegou a meta de Luiz Henrique com o artilheiro Dodô, mas a finalização saiu fraca, facilitando a defesa. O troco do Boa não demorou, e aos 24, Marco Antônio bateu do meio da rua, surpreendendo Jaílson e carimbando o travessão dos donos da casa.

Mesmo com maior posse de bola, o Americana teve muitas dificuldades para penetrar na defesa do Boa, que quando conseguiu sair para o ataque levou mais perigo, e chegou mais próximo de abrir o marcador na etapa inicial. A dupla ofensiva formada por Valdo e Marco Antônio, deu muito trabalho para a zaga paulista durante todo o jogo.

A etapa complementar começou de forma mais aberta, com as duas equipes buscando o gol. Enquanto os paulistas pressionaram mais, o time mineiro conseguiu criar boas jogadas através dos contra-ataques, o que garantiu dinamismo a partida.

Aos 12, Esquerdinha tentou mais um chute de longe, principal forma de ataque do Boa no jogo, mas o goleiro Jaílson fez a intervenção no canto esquerdo. Apesar da vontade do time de Americana, os problemas para furar o bloqueio da equipe de Varginha foram muito grandes, e os atacantes não estavam em uma noite inspirada, o que contribuiu para que o resultado não fosse mais elástico.

Aos 26, o armador Esquerdinha, que estreava com a camisa do Boa, deu um pontapé no jogador do Americana e acabou expulso de campo, facilitando a vida do time paulista. No minuto seguinte, o Dodô aproveitou um belo cruzamento de Paulo Sérgio pela direita, e cabeceou para o fundo das redes do time mineiro, abrindo o placar no Décio Vitta.

Mesmo em desvantagem numérica, o Boa chegou ao gol de empate aos 33, com o zagueiro Thiago Carvalho, que desviou cobrança de falta do armador Carlos Magno, e igualou o marcador. Com um homem a mais em campo, o Americana foi com tudo para cima, e a pressão surtiu efeito aos 42, com Alê que não titubeou com a confusão dentro da área e anotou o gol da vitória dos donos da casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.