Time pernambucano jogou de uniforme amarelo e sofreu a virada com dois gols de Fumagalli

O jejum de seis partidas sem vitória do Americana - que culminou na demissão do técnico Toninho Cecílio - se encerrou nesta terça-feira, quando a equipe derrotou o Sport por 2 a 1, no Estádio Décio Vitta. Os pernambucanos, que jogaram com o seu terceiro uniforme, de cor amarela, saíram na frente, mas levaram a virada com dois gols de Fumagalli - o camisa 10 também pôs fim a uma série de dez jogos sem balançar as redes.

O novo treinador do Americana, Sérgio Guedes, assistiu o duelo das tribunas e a equipe foi comandada interinamente pelo gerente de futebol do clube, Carlos Octávio Freitas.

Com o resultado, o Americana se afastou da zona de rebaixamento e, com 24 pontos, ultrapassou o próprio Vitória, que parou nos 23. Na próxima rodada, a equipe paulista visita o Vila Nova, no sábado, em Goiânia. No mesmo dia, em Curitiba, o Sport enfrenta o Paraná.

O jogo
O Americana tentou surpreender e logo no primeiro minuto Fumagalli cobrou escanteio na segunda trave, onde Charles estava sozinho, dentro da pequena área. Mas o atacante furou e perdeu grande chance de abrir o placar.

No lance seguinte, Válber chutou rasteiro e Magrão espalmou. Na sequência, Charles aproveitou cruzamento e cabeceou no canto direito do goleiro, que mais uma vez apareceu bem para defender.
O Sport, então, também resolveu mostrar sua força.

Aos 18 minutos, Marcelinho Paraíba cruzou para Willians mandar de cabeça, exigindo ótima intervenção do arqueiro Jaílson, que mandou para escanteio.

A resposta do Americana veio dez minutos mais tarde, quando Fumagalli cobrou falta direto para o gol e Magrão rebateu, com Jorge Luiz aproveitando a sobra, mas mandando para fora.

E quando parecia que o primeiro tempo terminaria em 0 a 0, o veterano Marcelinho Paraíba tabelou com Junior Viçosa, invadiu a área pela esquerda e soltou uma bomba no ângulo direito, sem chance de defesa para Jaílson.

A igualdade voltou para o placar já no início da segunda etapa. Aos oito minutos, Fumagalli saiu da marcação e, de fora da área, acertou um belo chute no ângulo esquerdo de Magrão.

O gol esquentou a partida, que passou a ficar truncada com o grande número de faltas de ambas as equipes. O Sport só foi levar perigo de novo aos 25 minutos, quando Júnior Viçosa invadiu a área, ficou cara a cara com o goleiro e chutou para grande defesa de Jaílson.

Aos 38 minutos, Fumagalli voltou a brilhar para o time da casa. O camisa 10 lançou Léo Silva, que se chocou com o goleiro Magrão e recebeu o pênalti. Na cobrança, Fumagalli converteu, decretando a virada para o Americana.

FICHA TÉCNICA
AMERICANA 2 X 1 SPORT

Local: Estádio Décio Vitta, em Americana (SP)
Data: 16 de agosto de 2011, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e José Maciel Linhares (ambos do ES)
Cartões amarelos: Fumagalli, Paulo Sérgio e Alê (Americana); Marcelinho Paraíba, Gabriel, Bruno Mineiro, Magrão e Wellington Saci (Sport)

Gols: AMERICANA: Fumagalli aos oito e aos 38 minutos da etapa final
SPORT: Marcelinho Paraíba aos 43 minutos do primeiro tempo

AMERICANA: Jaílson; Henrique, Jorge Luiz, Paulo Sérgio e Alê; Rafael Chorão (Léo Silva), André Luiz, Gercimar (Válber) e Magal; Fumagalli e Charles (Kassio)
Técnico: Carlos Octávio Freitas

SPORT: Magrão; Thiaguinho (Maylson), Tobi, Gabriel e Wellington Saci; Cesar Lucena, Hamilton, Rithely e Marcelinho Paraíba; Bruno Mineiro (Júnior Viçosa) e Danielzinho (Willians)
Técnico: Mazola Júnior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.