Segundo Micão, o time mineiro praticamente não deixou o rival pegar na bola, mas não teve tranquilidade em campo

Os jogadores do América-MG voltaram aos treinos nesta segunda-feira, No CT Lanna Drumond e iniciaram a preparação para o jogo contra o Grêmio , na quarta-feira, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Apesar de o empate contra o Figueirense não ter sido o esperado , o técnico Antonio Lopes viu evolução no time, que pela primeira vez não sofreu gol neste campeonato, mas não garantiu a manutenção da equipe contra os gaúchos.

O zagueiro Micão, que foi elogiado pelo treinador americano, afirmou que o time lutou até o final para tentar vencer o Figueirense, mas a equipe acabou pecando nos momentos decisivos. Segundo o defensor, faltou um pouco de tranquilidade para o time conseguir a vitória.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

"Lutamos, principalmente no segundo tempo, pressionando o Figueirense o tempo todo. Eles praticamente não pegaram na bola. Falta um pouco de tranquilidade, de colocar a bola para dentro. Sabemos que nossos atacantes têm qualidade, mas não era o dia da bola entrar", disse o zagueiro.

A equipe americana, que entrou em campo com oito alterações, esteve perto da vitória por duas oportunidades. Na primeira, na etapa inicial, teve uma grande chance não aproveitada pelo atacante Fábio Júnior. Na outra, na etapa complementar, a trave salvou o time catarinense. Um belo chute do volante Amaral, que parecia ter endereço certo, parou no travessão do goleiro Wilson.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.