Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

América-MG joga bem, mas empata com Figueirense

Time mineiro teve oito mudanças depois da goleada sofrida para o Ceará, mas não conseguiu vencer mesmo com um jogador a mais

Gazeta |

O pequeno público que compareceu neste sábado à Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e que esperava uma reação do América-MG , teve que se contentar com um empate em 0 a 0 com o Figueirense . Com o resultado, os mineiros chegaram a sete pontos no Campeonato Brasileiro e continuma na zona de rebaixamento. Já os catarinenses somam um ponto fora de casa e seguem no bloco intermediário com 16 pontos.

Vivendo um momento ruim no Brasileiro, o técnico Antônio Lopes resolveu apostar na base do América-MG, e alterou o time em oito posições. Apenas Marcos Rocha, Amaral e Fábio Júnior foram mantidos no time depois da derrota por 4 a 0, para o Ceará . No Figueirense, o duelo contra o América marcou a partida de número 100 em campeonatos brasileiros do experiente armador Fernandes.

Na próxima rodada, o América vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio, no estádio Olímpico. Já o Figueirense vai duelar contra o Palmeiras, no Orlando Scarpelli, na quarta-feira.

O jogo

Atuando em casa, os jogadores do América-MG começaram a partida mostrando serviço e exercendo marcação no campo de ataque, dificultando a saída de bola do time catarinense. Apesar da vontade, o time esbarrou na falta de entrosamento e encontrou problemas no começo do jogo para chegar à meta do goleiro Wilson.

AE
América e Figueirense ficam no 0 a 0 em Sete Lagoas

A primeira chance de gol surgiu aos 11 minutos, com Rhayner, que arriscou de fora da área e Neneca quase foi enganado com o quique da bola, mas conseguiu fazer a defesa. Aos poucos, o time de Santa Catarina começou a tocar a bola com mais qualidade, e diminuiu o ímpeto inicial dos donos da casa.

A partir dos 20 minutos, o América passou a se expor menos na partida, e a marcação que no começo do jogo era feita no campo de ataque, passou a ser exercida atrás da linha da bola. Com o isso, o Figueirense passou a dominar a as ações, mas com muitas dificuldades para chegar ao gol americano, e assim, o jogo perdeu em dinamismo.

As melhores tentativas do time mineiro surgiam quase sempre pelo lado direito do campo, com o ala Marcos Rocha, porém a equipe encontrou problemas para concluir as jogadas. Aos 32, o avante Fábio Júnior recebeu uma assistência perfeita de Caleb, e livre dentro da área, desperdiçou uma chance clara de abrir o placar, ao finalizar a direita de Wilson.

Antes do intervalo, o torcedor americano ganhou uma esperança a mais de voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. Isso porque, aos 42, o meia Wilson Pittoni fez uma falta e recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso, deixando o Coelho em superioridade numérica.

O América-MG voltou para o segundo tempo mais ofensivo, enquanto o Figueirense procurou cadenciar o jogo, aparentando satisfação com o empate fora de casa. Precisando de velocidade no ataque, o técnico Antônio Lopes resolveu trocar Fábio Júnior por Kempes, acuando os visitantes no campo de defesa.

Com a alteração, o anfitrião melhorou na partida e passou a exercer uma verdadeira blitz na área do Figueira, mas bola teimava em não entrar. Aos 21, o volante Amaral soltou um petardo que explodiu na trave do goleiro Wilson, e levantou a torcida nas arquibancadas, que passou a empurrar o time ainda mais para cima para do adversário.

Aos 31, Kempes recebeu cruzamento da direita e tentou uma bela bicicleta, que parou nas mãos do arqueiro Wilson, em mais um bom momento do time americano na etapa complementar. Apesar da pressão, os mineiros não conseguiram vazar a meta catarinense e frustrou a torcida americana na Arena do Jacaré.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 0 X 0 FIGUEIRESE

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 23 de julho de 2011 (sábado)
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: José Dias da Hora (BA) e Adnilson da Costa Pinheiro (MS)
Cartões amarelos: (América-MG) Léo, Willian Rocha, Thiago Carleto e Neneca (Figueirense) Rhayner, Wilson Pittoni, Roger Carvalho e Wellington
Cartão vermelho: (Figueirense) Wilson Pittoni

AMÉRICA-MG: Neneca, Marcos Rocha, Micão, Willian Rocha e Thiago Carleto; Amaral, Dudu (Leandro Ferreira), China e Caleb (Luciano); Léo e Fábio Júnior (Kempes).
Técnico: Antônio Lopes

FIGUEIRESE: Wilson; Bruno (Coutinho), João Paulo, Roger Carvalho e Juninho; Ygor, Wilson Pittoni, Maicon e Fernandes (Wellington); Rhayner (Jackson) e Aloísio.
Técnico: Jorginho

Leia tudo sobre: brasileirão 2011futebolamérica-mgfigueirense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG