Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ameaçado no comando do Bahia, Benazzi afirma: "Vou até o final"

Dirigente da equipe baiana teria procurado Joel Santana para o cargo atualmente ocupado pelo treinador

Gazeta Esportiva |

A notícia de que o presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, havia conversado com Joel Santana, atualmente desempregado depois que deixou o Botafogo, pegou de surpresa o técnico Vagner Benazzi. Entretanto, o atual comandante da equipe baiana não se abalou com as especulações, e garantiu que está tranquilo no cargo.

"Se ele (o presidente do Bahia) acha que o trabalho está ruim, é ele que toma a decisão. Eu visto a camisa do time que eu treino e vou até o final, até ser tirado", afirmou Benazzi nesta terça-feira, um dia antes do duelo contra o Paysandu, jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil.

Para Benazzi as práticas dos treinadores no Brasil deveriam ser mais transparentes. Como exemplo, ele falou sobre a saída de Geninho do Atlético-PR, que aconteceu na última segunda-feira. Um dia depois, Adilson Batista foi anunciado como treinador da equipe paranaense.

"Em todo Brasil é da mesma maneira. Não podem fazer o que fizeram com o Geninho, expor uma situação antes de acontecer. (Ser demitido) Porque acharam um motivo é uma coisa, agora ser anunciado em cima de quem está aqui é outra. Acho deselegante, não é ético", concluiu o treinador.

Leia tudo sobre: copa do brasil 2011bahia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG