Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alvo de diversos times, Kaká está cada vez mais longe do Real

PSG passa à frente dos rivais, e jornal diz que meia considera jogar na França. Milan tenta última cartada pela volta do ídolo

iG São Paulo com agências |

As especulações ligam o brasileiro Kaká a diversos clubes da Europa, e as chances são cada vez menores de ele continuar no Real Madrid. Milan, Internazionale, Paris Saint-Germain e Arsenal estão entre os possíveis destinos do meia, e só a questão financeira o impede de mudar de casa.

O PSG é atualmente o time mais próximo de contratar o brasileiro. Para fazer isso, conta com o também brasileiro Leonardo como diretor esportivo e com o dinheiro da Qatar Sports Investiments, sua nova proprietária, que já teria até agendado para segunda-feira uma reunião com o Real, na Espanha.

Segundo o jornal 'Sport', de Barcelona, o PSG estaria disposto a pagar 25 milhões de euros (R$ 58,1 milhões) ao Real Madrid, e outros 10 milhões de euros (R$ 23,2) entrariam como bônus por rendimento e conquistas esportivas. O problema é que o time merengue exige 50 milhões de euros (R$ 116 milhões), segundo o diário As, de Madri. Mesmo com essa diferença de valores, "o jogador está estudando muito seriamente a possibilidade de jogar no futebol francês", diz o 'Sport'.

Para superar o PSG e resolver esse imbróglio financeiro, o Milan, ex-time de Kaká, teria encontrado uma solução: levar o brasileiro por empréstimo, com a possibilidade de contratá-lo em definitivo ao final da temporada. A equipe italiana agiu assim recentemente com Ibrahimovic, que primeiro foi emprestado pelo Barcelona e, mais tarde, na atual janela de transferências europeia, foi comprado em definitivo.

Essa estratégia teria sido a mesma tentada pelo Arsenal, há quase uma semana, segundo a imprensa inglesa. O time inglês procura um substituto para Fábregas, vendido ao Barcelona, e achou que o brasileiro seria uma boa aposta. Mas o Real Madrid recusou a proposta, mostrando que no momento prefere vender Kaká.

Enquanto os clubes correm atrás de Kaká, o Real pretende recuperar parte do dinheiro que investiu. O brasileiro foi contratado em 2009 por 67 milhões de euros (R$ 183 milhões, no câmbio da época). Até agora, a maior proposta especulada foi a da Internazionale. De acordo com o jornal 'L'Equipe', da França, a equipe italiana teria oferecido 30 milhões de euros (R$ 68,5 milhões) pelo ídolo do rival Milan.

A negociação, seja ela qual for, tem que acabar até a próxima quarta-feira, dia 31 de agosto, quando fecha a janela de transferências na Europa.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhareal madridkakáfrançaitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG