Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alexandre Faria deixa Grêmio após 25 dias e nenhuma contratação

Diretor executivo saiu do clube gaúcho junto com a cúpula política do departamento de futebol

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Hector Werlang
Alexandre Faria deixa Olímpico após curta passsagem
O segundo episódio das mudanças provocadas pela crise no Grêmio ocorreu no começo da tarde desta segunda-feira. Contratado em 8 de julho , o diretor executivo Alexandre Faria se despediu do clube gaúcho após ser demitido pelo presidente Paulo Odone. O cargo deve ser ocupado por Paulo Pelaipe.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

No final da manhã, o mau futebol e a disputa política derrubaram o vice de futebol Antônio Vicente Martins e os assessores César Cidade Dias e José Simões . Na quarta-feira, o rival é o Atlético-MG, no Olímpico, pela 14ª rodada do Brasileirão. Julinho Camargo deve ser mantido como treinador.

Foi possível ver Alexandre deixar o vestiário principal do Olímpico com duas malas e se despedir do assessor de imprensa João Paulo Fontoura. Ele pegou carona com o treinador e o auxiliar Ivan Soares. Chamado pela reportagem para conversar, o ex-dirigente preferiu ficar em silêncio.

Alexandre permaneceu 25 dias no cargo e praticamente passou despercebido. Tentou contratar Marquinho, do Fluminense, porém, não obteve sucesso. Só teve papel de protagonista ao negociar os empréstimos de Junior Viçosa (Sport), Mateus Magro (Caxias) e Bérgson (Vila Nova-GO).

Pesou contra Alexandre também o fato de tentar contratar Wellington Paulista, do Palmeiras, embora o centroavante não tenha condições legais de atuar – há uma polêmica entre as normas da Fifa e da CBF . É provável que, com a saída dele, o negócio seja desfeito.

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011alexandre faria

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG