Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alex Silva e Kleber esquecem polêmicas passadas e trocam elogios

Zagueiro do São Paulo e atacante do Palmeiras se enfrentam neste domingo no Morumbi pelo Paulistão

Danilo Lavieri e Levi Guimarães, iG São Paulo |

Oponentes no clássico entre Palmeiras e São Paulo deste domingo às 16h, Alex Silva e Kleber esqueceram o clima de rivalidade e deixaram todas as desavenças do passado para trocarem grandes elogios. Tanto o zagueiro quanto o atacante não pouparam palavras para elogiar o rival do jogo deste domingo.

Primeiro, foi a vez do zagueiro são-paulino elogiar o estilo de jogo do camisa 30 palmeirense e destacou até mesmo a mudança comportamental do atacante como ponto positivo.

“O Palmeiras tem um grande atacante que é o Kleber. Ele chega até a ser chato, nunca desista da jogada. Qualquer zagueiro vai dizer que é difícil marcar o Kleber, pois ele não se intimida, vai para cima mesmo. E agora está mais tranquilo, com a cabeça boa. Vai ser um grande duelo entre três zagueiros com mais de 1,85 metros contra um gladiador”, destacou o zagueiro.

Kleber ficou durante um tempo muito marcado pelas faltas que cometia. As cotoveladas do palmeirense ficaram famosas e o jogador começou a receber críticas de todos os lados pelas faltas.

AE
Alex Silva elogiou bastante a mudança de comportamento de Kleber


Um dos primeiros episódios, foi em Ribeirão Preto, no Paulistão de 2008. Na ocasião, Kleber acertou uma cotovelada que fez a região acima do olho de André Dias sangrar. Mais tarde, o atacante voltaria a ter problemas com o São Paulo, desta vez na Libertadores, quando ele jogava pelo Cruzeiro.

"Digo cabeça boa pelas coisas que aconteciam em campo. Ele teve o episódio com o André Dias, da cotovelada e eu também tive problema ano passado, quando enfrentei ele pelo Cruzeiro. Isso mudou pra melhor. Agora está sendo um jogador que tem tudo pra ter vaga na seleção brasileira e que está ajudando muito o Palmeiras”, destacou o são-paulino.

E foi justamente a seleção brasileira que fez Kleber mudar de vez. O atacante afirma que chegou a ser mal-interpretado certas vezes por causa da diferença entre o futebol da Ucrânia, onde antes jogava, e do Brasil.
Gazeta Press
Capitão, Kleber recebeu elogios de Alex Silva pela mudança de comportamento

“Na verdade, eu fiquei marcado por algumas coisas que aconteceram, mas eu nunca fui desleal. Quando voltei ao Brasil, vim de um futebol que jogava firme, que era na Ucrânia. Lá tinha muito contato e eu vim com essa característica. Levei muito cartão por coisas que eram naturais fora do país. Sempre fui muito calmo dentro de campo, sempre respeitei meus adversários. Depois da minha primeira passagem pelo Palmeiras, aprendi a lidar com algumas situações. Sabia que tinha que mudar, até porque um dos meus objetivos é chegar à seleção brasileira. Para isso, tinha que mudar”, explicou o jogador, que não poupou elogios a Alex Silva.

“Já joguei contra ele algumas vezes, é um zagueiro que chega firme, joga duro, mas é leal, joga com respeito. É sempre uma dificuldade jogar contra zagueiros assim. O São Paulo sempre se caracterizou por ter grandes defensores e esse ano não é diferente”, concluiu.

Atualmente o Palmeiras tem a melhor defesa do Paulista, mas sofre com seu ataque pouco produtivo. Do outro lado, o São Paulo começa a se adaptar com Rodolpho, Miranda e Alex Silva e mostra que está se encaminhando para repetir o ótimo desempenho defensivo que tanto o marcou nos últimos anos.

Leia tudo sobre: palmeirassão pauloalex silvakleber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG