Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alex Silva e Jean são os torcedores em campo contra o Corinthians

"Apaixonados" pelo São Paulo, jogadores admitem incômodo e ansiedade para encerrar tabu contra o rival

Levi Guimarães, iG São Paulo |

São mais de quatro anos sem vencer um dos principais rivais. E se a torcida são-paulina não vê a hora de seu time derrotar o Corinthians, pelo menos dois jogadores da equipe admitem publicamente estarem com o adversário do próximo domingo entalado na garganta. Incomodados com o tabu, o zagueiro Alex Silva e o volante Jean demonstram ser os representantes da torcida dentro de campo.

“A gente quer vencer, o nosso torcedor quer que isso aconteça. Mas o mais importante da vitória é pela classificação entre os oito primeiros, para depois chegar no mata-mata e vencer o Campeonato. Tem que deixar o tabu um pouco de lado porque se você entra pensando nisso não consegue jogar direito”, disse Alex.

O camisa 3 admite que uma vitória sobre o Corinthians teria um “sabor especial”, assim como acredita que teve esse sabor para o rival colocar fim ao tabu anterior do São Paulo, que foi ainda maior. Para ele, São Paulo e Corinthians é hoje o principal clássico paulista, motivo para ficar tão incomodado com o longo período sem vitórias.

“Incomoda não só as perguntas da imprensa, mas na rua também. Hoje no trânsito eu já tomei uma dura de um torcedor porque eles não aguentam mais. Espero que a gente possa vencer, acabar com isso e passar esse incômodo pra eles”, afirmou.

Jean também teve um episódio semelhante para contar, acontecido antes do jogo de quarta-feira contra o Paulista, em Jundiaí. “Ontem mesmo o ônibus chegando no estádio e os torcedores já cobravam: ‘vamos ganhar domingo, vamos ganhar domingo’. Ainda não tive nenhuma cobrança no trânsito, mas teve essa”.

Com tanta ansiedade como Alex para terminar com o tabu, Jean diz esperar “consciência” de todos os companheiros de time para alcançar a vitória. Mas ele descarta a necessidade de fazer algo para contagiar os outros, afirmando que ninguém precisa ter o ânimo levantado.

“Não só eu, mas todos os atletas se sentem incomodados. Todos sabem o que representa uma vitória nesse jogo, a quebra do tabu. E o que representaria outra derrota. Cada um sabe como se concentrar e buscar um ânimo maior. Mas claro que vamos conversar e mostrar a importância desse jogo”, disse.

Leia tudo sobre: são pauloalex silvajean

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG