Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alex Ferguson está disposto a continuar no futebol por mais 2 ou 3 anos

Treinador do Manchester United está há 28 anos no comando do time e agora projeta sua aposentadoria

EFE |

O treinador escocês Alex Ferguson afirmou nesta segunda-feira que se sente com forças para continuar por mais dois ou três anos no banco do Manchester United , clube em que é treinador há 28 temporadas.

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

"Não sei quanto aguentarei, mas se minha saúde se mantém, não acho que outros dois ou três anos me façam algum mal", declarou o técnico em entrevista à emissora britânica "BBC Radio 5 Live".

Apesar de projetar sua aposentadoria, Ferguson revelou que gostaria de abandonar o futebol em um momento de sucesso do United. "Se chega um ponto no qual não desfruto o que faço, será o momento de me retirar. Mas sempre penso em sair com um título. Espero que possamos fazer isso", disse.

Há dez anos, o técnico escocês anunciou que se aposentaria quando terminasse a temporada 2001-2002, mas os maus resultados da equipe naquela temporada, durante a qual não ganhou nenhum título, o fizeram repensar sua decisão.

Leia mais sobre futebol inglês no blog God Save the Ball

Nesta entrevista, Ferguson garantiu que não seguirá treinando quando terminar sua etapa no United, mas se manterá ativo e espera ter "algum papel" no clube depois. Também esclareceu que nunca discutiu com os diretores do clube quem deveria ser seu sucessor, lugar para o qual lembrou repetidamente o nome de Josep Guardiola, do Barcelona .

A aposentadoria do técnico escocês é uma das principais incógnitas do futebol inglês, inclusive para seus próprios jogadores. "Ao assinar os contratos, todos os agentes dos jogadores me perguntam quanto tempo ficarei. Cada vez é mais difícil responder, mas David Gill (presidente do Manchester United) sempre responde dizendo: 'Não tem intenção de aposentar-se agora'", explicou o treinador.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterramanchester united

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG