Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alex Afonso salva Icasa no fim e mantém jejum de vitórias do Náutico

Jogando em casa, clube pernambucano abriu 2 a 0, mas viu o adversário empatar aos 35' do segundo tempo

Gazeta |

Após dois jogos sem vencer, o Náutico apostava no fato de atuar nos Aflitos para encerrar o jejum da equipe na competição. Apesar de ter aberto 2 a 0 no placar, com dois tentos de Kieza , artilheiro da Série B com 18 gols marcados, o Icasa foi valente e buscou, com gols de Osmar e Alex Afonso , o empate, por 2 a 2.

Com o resultado, o Náutico se mantém na quarta colocação da segundona, com 49 pontos, assim como o Americana , que não saiu do 0 a 0 com o Boa Esporte e segue na terceira colocação do torneio. O Icasa, por sua vez, chegou ao 36º ponto, mas, ainda assim, continua lutando contra o rebaixamento.

Na próxima rodada, o time pernambucano encontrará um de seus rivais diretos na luta pelo acesso: o Americana. A partida está marcada para terça-feira, às 20h30 (de Brasília), no estádio Décio Vitta. O Icasa, por sua vez, busca a recuperação no sábado. Para isso, a equipe recebe o Grêmio Barueri, às 16h20 (de Brasília), em Juazeiro do Norte. O time paulista também se preocupa em se afastar do risco de rebaixamento.

O JOGO

A igualdade no placar dos Aflitos se manteve por apenas 25 segundos. Após a saída de bola, o zagueiro Marlon, que voltava após cumprir suspensão, lançou para Kieza. O atacante aproveitou o vacilo de seu marcador e do goleiro Marcelo Pitol, para ganhar a jogada e, sem dificuldades, fazer o primeiro do Timbu em casa.

Com o tento sofrido, o Icasa chegou a preparar uma pressão, mas a defesa do Timbu estava bem postada, impedindo os avanços da equipe cearense. Tanto que, foi o Náutico quem voltou a assustar aos 11: em jogada pela direita, Derley recebe dentro da área e chutou no canto. Marcelo Pitol, porém, estava atento e fez a defesa.

A partir disso, o jogo começou a ficar marcado pelas discussões entre os jogadores das duas equipes. Outra boa oportunidade apenas aos 25 minutos, quando Guto, em jogada ensaiada, obrigou Gideão a se esticar e evitar o empate nos Aflitos.

O momento era de pressão do Icasa, mas aos 34 o Náutico aumentaria a vantagem. Em cruzamento para a área, o zagueiro Everaldo desviou a bola com a mão, e o árbitro Vinícius Costa da Costa assinalou a penalidade, para desespero dos jogadores do Verdão, que consideraram o toque involuntário.

Alheio às reclamações, Kieza foi para a bola, e, com extrema tranquilidade, apenas rolou para ampliar o placar, e marcar seu 18º tento no Nacional - artilheiro isolado da competição. No minuto seguinte, porém, o Icasa aproveitou-se de um vacilo da defesa do Timbu, para que o lateral direito Osmar, livre, descontasse em Recife.

Depois de irem para os vestiários com placar de 2 a 1 para o Náutico, os jogadores do Icasa passaram a aumentar o ritmo, mas sem grande objetividade, já que não conseguiam criar problemas para Gideão.

A vantagem no placar fez com que o Náutico diminuísse seu ímpeto no ataque, o que fez o Icasa crescer na partida. Aos 32 minutos, Preto arriscou de fora de área, obrigando o goleiro do Náutico a se esticar para evitar o empate.

Três minutos depois, porém, o arqueiro não teve o que fazer. Após jogada de Preto pela esquerda, o atacante Alex Afonso, que entrara no segundo tempo, desviou de cabeça para empatar a partida nos Aflitos.

Desesperado, o Náutico ainda tentou pressionar, mas não criou chances, e deixou a partida com o gosto ruim de sofrer o empate no fim, após abrir dois gols de vantagem.

 

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 2 X 2 ICASA

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Data: 08 de outubro de 2011, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Costa da Costa (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Ubiratan Bruno Viana (RN)
Cartões Amarelos: Marlon (Náutico); André Turatto, Guto e Luiz Ricardo (Icasa)
Gols:
NÁUTICO: Kieza, a um minuto e aos 35 minutos do primeiro tempo;
ICASA: Osmar, aos 36 minutos do primeiro tempo e Alex Afonso aos 35 do segundo tempo

NÁUTICO: Gideão; Neno (Lenon), Ronaldo Alves, Marlon e Aírton; Everton, Elicarlos (Alexandro), Derley e Eduardo Ramos; Rogério (Joélson) e Kieza
Técnico: Waldemar Lemos

ICASA: Marcelo Pitol; Ramon, Everaldo e Turatto (Alex Afonso); Osmar, Luiz Ricardo, Guto, Júnior Xuxa (Diego Palhinha) e Vinícius (Julio Cesar); João Sales e Preto
Técnico: Márcio Bittencourt

 

Leia tudo sobre: série b 2011icasa-cenáutico

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG