Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alessandro se desculpa com rivais, mas esnoba torcida palmeirense

Lateral provocou torcedores por quem "não tem carinho nenhum", disse. Ele jogou no clube em 2003

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Alessandro está aliviado ao fim do jogo em que marcou o gol da vitória corintiana por 1 a 0 no clássico contra o Palmeiras, neste domingo. Ele sabe da importância que este gol, o seu terceiro, em pouco mais de três anos de clube, tem neste momento conturbado vivido pelo clube, mas pede desculpas por ter comemorado o tento provocando a torcida palmeirense.

AE
Alessandro corre em direção à torcida rival
“Esse momento é muito difícil. A pressão que a gente passa é muito grande e eu sei que fui errado na comemoração. Agi de forma forte, mas pedi desculpas aos jogadores do Palmeiras porque errei, mas foi a eles que desrespeitei, não a torcida do Palmeiras, pela qual eu não tenho carinho nenhum”, disse o jogador, que jogou no clube do Palestra Itália em 2003, na Série B.

Depois do gol, Alessandro chutou uma placa e foi em direção à arquibancada onde estavam os palmeirenses. Marcos, com quem jogou no Palmeiras, logo depois chegou a ele para reprimi-lo e Alessandro lhe pediu desculpas. A torcida atirou alguns objetos no corintiano que ainda teve de ouvir reclamações de Kléber, que chegou a empurrá-lo.

“A gente precisava dessa vitória. Não alivia muito a pressão e a tristeza pela eliminação na Libertadores, mas vamos tentar superar isso com mais empenho e vitórias”.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG