Tamanho do texto

Lateral-direito afirmou que não é o momento de encontrar um culpado e que classificação é possível

O tom das declarações no Botafogo segue duro após a derrota por 1 a 0 para o River Plate-SE, pela Copa do Brasil. O gerente de futebol do clube, Anderson Barros, falou em atitude inadmissível . O volante Somália se disse envergonhado e pediu desculpas em nome do grupo. Agora, o jogador com mais tempo de 'casa', o lateral-direito Alessandro , pediu que os jogadores chamem a responsabilidade.

"Agora eu quero ver quem é homem, que vai dar a cara para bater. No Botafogo o céu e o inferno estão sempre lado a lado. A gente sabe que temos de melhorar muito ainda. Fomos mal e todo mundo sabe. Não adianta procurar um culpado, mas temos que refletir para isso não se repetir", declarou Alessandro.

Um dos líderes do grupo, Alessandro disse que acredita na virada do Botafogo na Copa do Brasil
Photocamera
Um dos líderes do grupo, Alessandro disse que acredita na virada do Botafogo na Copa do Brasil

Apesar da derrota e do momento turbulento no qual o clube se encontra, o lateral mostra otimismo e confiança de que a classificação para a segunda fase é possível. "A gente tem que trabalhar para dar a volta por cima, não terminou ainda e temos condições de reverter isso no Rio de Janeiro. O momento é crítico, queríamos eliminar o jogo de volta, mas não conseguimos fazer o planejado. Vamos superar isso para dar a volta por cima", completou o jogador.

Para passar de fase, o Botafogo precisa vencer o River por uma diferença de dois gols. Caso vença por 1 a 0, a partida vai para a decisão por pênaltis. Em caso de vitória do Botafogo por 2 a 1, ou 3 a 2, por exemplo, o River se classifica pelo critério de gols marcados fora de casa. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 19h30, no estádio Engenhão.