Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alecsandro se diz acostumado às vaias no Inter

Atacante foi artiheiro do time em 2009 e repete atuação em 2010

Gazeta Esportiva |

Artilheiro do Inter em 2009 e nesta temporada tam´bém, Alecsandro curiosamente não consegue conquistar a confiança dos colorados. Autor de 51 gols neste período, o centroavante se vê frequentemente vaiado pela torcida. No sábado, contra o Santos, houve novos apupos por sua má atuação, potencializados após a entrada de seu substituto, Leandro Damião, que marcou o gol do time no empate por 1 a 1.

Aos 29 anos, o jogador diz ter experiência de sobra para suportar a rejeição: "já me acostumei. Se eu faço gol, beleza, se não faço, vêm as críticas. Isso já está arrastando há dois anos", explicou. Alecsandro diz que a rejeição começou assim que Nilmar deixou o Beira-Rio, na metade do ano passado. De reserva, ele passou a ser subitamente o substituto de um ídolo do torcedor, que nem sempre soube compreender suas características diferentes das do antigo atacante.

Com mais dois anos de contrato com o Inter, Alecsandro garante que as vaias não são motivo para que ele deixe Porto Alegre. "Estou muito feliz aqui. A relação com o torcedor melhorou bastante, e fora do Beira-Rio recebo muito apoio", garante o camisa 9. Para ele, é preciso receber sequência nesta reta final para readquirir a confiança: "fiquei mais de um mês parado, e todo jogador que fica fora assim precisa de treinamento", pediu.

No sábado, após o empate com o Santos, o técnico Celso Roth garantiu a titularidade de Alecsandro, contrariando o desejo de parte da torcida de que Damião começasse os jogos. No entanto, Roth avisou que todos precisam aproveitar oportunidades, dando a entender que sua paciência com o atual titular não será infinita.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolinternacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG