Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alecsandro perde pênalti, mas marca e garante empate para o Vasco

Empate de 1 a 1 com o Resende joga o time para a vice-liderança do grupo B. Alecsandro erra terceira penalidade seguida

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Gazeta Press
O atacante Alecsandro disputa bola com zagueiro do Rezende
A tarde era de homenagem a um dos vascaínos mais ilustres em São Januário. O humorista Chico Anysio, que faleceu na última sexta-feira, estava presente na camisa e na faixa que os jogadores do cruz-maltino carregaram na entrada de campo. "Obrigado por tudo Chico, um vascaíno para sempre", dizia a mensagem. A festa, porém, não foi completa pela apresentação do time. Apático, o Vasco apenas empatou em 1 a 1 com o Resende e deixou o campo sob uma mistura de vaias e aplausos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Após ser dominado na primeira etapa, onde praticamente não levou perigo e errou na defesa, pagando com o gol de Elias, o Vasco melhorou na segunda etapa, com as entradas de Felipe e Eder Luis. Alecsandro, porém, perdeu um pênalti, o terceiro seguido nas últimas partidas, mas conseguiu se recuperar marcando o tento de empate, de cabeça. Apesar da pressão do time da casa, o placar permaneceu igual até o fim.

Confira a classificação da Taça Rio

Com o empate, o Vasco cai para a segunda colocação do grupo B, com oito pontos, um a menos que o Bangu, que lidera a chave. Já o Resende soma nove pontos, na quarta colocação do grupo A. A equipe comandada por Cristóvão Borges volta a atuar pelo estadual no próximo sábado, às 16h, contra o Macaé, no estádio Moacyrzão. Já o Resende, no mesmo dia e horário, recebe o Americano no estádio do Trabalhador.

O Jogo
Como era esperado, o Vasco entrou em campo com uma formação diferente das últimas rodadas, poupando alguns titulares que entraram em campo na vitória sobre o Libertad, na última quarta-feira, pela Copa Libertadores. O meio-campo começou com Rômulo, Allan, Juninho Pernambucano e Diego Souza, com William Barbio e Alecsandro completando o ataque.

Veja também: Dinamite confirma volta de Carlos Alberto ao Vasco

Mesmo com algumas modificações na equipe, o time da casa começou a partida em ritmo lento. Com os 35 graus e sol forte em São Januário, os jogadores pareciam cansados pela maratona de partidas. Além disso, o Vasco afunilava as jogadas pelo meio, facilitando a marcação do Resende, que assutou mais nos primeiros minutos de partida.

Aos oito minutos, Elias recebeu, entrou na área e rolou para Marcel, que na entrada da área chutou fazendo a bola passar ao lado da trave esquerda de Prass. Depois, aos 25, Wellington avançou e cruzou da direta, Marcelo Régis se esticou todo e Fernando Prass conseguiu salvar o gol do Resende com os pés.

Vasco erra na defesa e paga
Sem a tradicional 'dobradinha' entre Allan e Fagner, o Vasco só conseguia acelerar a partida pela esquerda, com Barbio. O lateral-direito cortava para o meio e embolava ainda mais as jogadas do time cruz-maltino, que não se encontrava no ataque e deixava espaços na defesa para o adversário. Os erros, que se acumulavam desde o início do jogo, foram fatais.

Aos 28, Wellington avançou pela direita e lançou Marcelo Régis nas costas de Renato Silva. O atacante invadiu a área e tocou para Elias, livre de marcação, completar para o fundo das redes, abrindo o placar em São Januário.

Leia também: Juventus já tem acordo com Dedé, mas não com Vasco, diz jornal

O Vasco só encontrou a marcação e passou a ameaçar no ataque depois dos 35 minutos, quando Barbio inverteu de posição com Diego Souza e passou a atuar pela direita do ataque. Aos 39, em trama do atacante com Alecsandro, Mauro fez grande defesa. Depois, aos 43, o próprio Barbio recebeu bom passe de Juninho na área, mas o chute cruzado acabou saindo fraco e Vasco foi para o intervalo com a desvantagem no placar.

Juninho vê time desorganizado
Na saída de campo, o volante Juninho Pernambucano admitiu que a equipe sentiu a sequência de partidas, mas também apontou a desorganização como fator para o revés na primeira etapa.

"Com uma sequência de muitos jogos, o time entrou num ritmo mais lento até, o que é normal. Mesmo assim o time se desorganizou. É ruim sair perdendo, mas tenho esperanças de que a equipe vai conseguir virar no segundo tempo", disse o jogador, que foi substituído por Felipe na volta do intervalo. Fagner também saiu para a entrada de Eder Luis, passando Allan para a lateral e recuando Diego Souza.

As mudanças do técnico Cristóvão Borges melhoraram o Vasco, que passou a ter mais opções pelos lados do campo. Logo aos dois minutos, Dedé robou a bola no ataque, tabelou com Eder Luis e soltou a bomba, mas Mauro defendeu bem.

Alecsandro perde pênalti, mas garante empate
A superioridade na segunda etapa era nítida e o time da casa conseguiu um pênalti aos 10 minutos. Thiago Feltri invadiu a área e foi derrubado por Wellington. Marcelo de Lima Henrique, perto do lance, marcou. Na cobrança, Alecsandro bateu fraco, a meia-altura no canto direito, e Mauro salvou o empate. Foi o terceiro pênalti perdido pelo atacante nos últimos jogos.

Mesmo após o gol, o panorama da partida não se alterou. O Resende continuo fechado, explorando os poucos contra-ataques que tinha, enquanto o Vasco dominava a posse de bola e seguia 'martelando' em busca da igualdade. O time passou a forçar as jogadas aéreas e assim conseguiu empatar a partida.

E mais: Renato Silva dá a volta por cima e é de novo titular no Vasco

Aos 35, Allan levantou da direita, a bola resvalou na zaga e Alecsandro, livre, testou para o fundo das redes. Na comemoração, o atacante mostrou o nome do personagem 'Nazareno', do humorista Chico Anysio.

O Vasco ainda tentou arrancar a vitória, mas não conseguiu criar mais chances claras de gol. O Resende ainda chegou a assustar em lances no final da partida, mas a partida permaneceu mesmo com a igualdade até o final.

FICHA TÉCNICA - VASCO 1 X 1 RESENDE
Local: Estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data : 25/3/2012 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz Antônio M. de Oliveira (RJ)
Cartões amarelos: Wellington, Hiroshi, Mauro e Ryan (RES); Renato Silva, Felipe (VAS)

GOLS
Vasco - Alecsandro, aos 35 minutos do segundo tempo
Resende - Elias, aos 28 minutos do primeiro tempo

VASCO: Fernando Prass, Fagner (Eder Luis), Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri; Rômulo, Allan, Juninho Pernambucano (Felipe) e Diego Souza (Abelairas); William Barbio e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges

RESENDE: Mauro, Wellington (Ryan), Facundo Gomes, Filipe Machado e Marcelinho; Bertotto, Léo Silva, Hiroshi e Marcel; Elias (Émerson) e Marcelo Regis (Denílson)
Técnico: Paulo Campos 

Ajude a aumentar a torcida virtual do Vasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG