Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Alckmin descarta dar verba para estádio do Corinthians

Governador diz que Estado irá investir apenas em obras como trens e metrôs, que são "permanentes para a população"

AE |

AE
Alckmin manteve a postura do antigo governador Alberto Goldman
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assegurou nesta quarta-feira que o governo paulista não dará recursos para a construção do futuro estádio do Corinthians, em Itaquera, na zona leste da capital do Estado. O estádio foi indicado pelo Comitê Organizador da Copa do Mundo para receber partidas da competição em 2014.

Alckmin disse ter conversado na terça-feira com o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, sobre as ações no entorno do estádio. "O governo não pretende pôr dinheiro no estádio, mas sim nos acessos, em trens, metrô e segurança, aquilo que é permanente para a população", disse.

Com a declaração Alckmin repete a postura de Alberto Goldman (PSDB). O ex-governador já havia prometido que não seriam destinadas verbas públicas para a construção do estádio corintiano. Apesar da indicação para o Mundial, ainda não foi definido quais serão os recursos utilizados na construção.

São Paulo trabalha para receber a partida de abertura da Copa do Mundo de 2014, mas tem enfrentado turbulências nos preparativos para a competição. Inicialmente, as partidas na capital paulista serão disputados no Estádio do Morumbi, que terminou sendo vetado. Depois disso, o futuro estádio corintiano surgiu como opção e foi indicado.

Leia tudo sobre: CorinthiansGeraldo AlckminCopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG