Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ainda sem acordo, operários mantêm paralisação nas obras do Maracanã

Sindicato e consórcio definiram que caso vai a julgamento, que deve ser marcado somente na semana que vem

Gazeta |

Após uma nova reunião na manhã desta terça-feira, os trabalhadores responsáveis pela reforma do Maracanã decidiram manter a greve. A segunda paralisação nas obras teve início na última quinta-feira e o Sitraicp (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada Intermunicipal do Rio de Janeiro) ainda não entrou em um acordo com o Consórcio Maracanã Rio 2014.

Nesta última segunda, as duas partes participaram de uma audiência no TRT-RJ (Tribunal Regional do Trabalho) e definiram que o caso vai a julgamento, que deve ser marcado somente na semana que vem. Os advogados dos operários alegam que a comida destinada aos trabalhadores estava estragada e ainda apontam uma suposta redução no salário depositado.

As condições precárias de trabalho também são criticadas pelos funcionários da obra. Entretanto, apesar das solicitações feitas, os operários estão cientes de que um acordo precisa ser feito rapidamente, evitando assim atrasos no cronograma. Ao todo já foram somados 11 dias de inatividades e, devido ao aguardo para um novo julgamento, as obras devem alcançar 21 dias de paralisação.

Por conta do feriado de 7 de setembro nesta próxima quarta-feira, os trabalhadores não irão se reunir, porém, prometeram se encontrar nos dias seguintes para tentar chegar a um acordo com o Consórcio Maracanã Rio 2014. A empresa responsável pela obra comunicou que vem cumprindo todas as exigências dos operários deste a última paralisação, encerrada no dia 21 de agosto.

Leia tudo sobre: copa 2014maracanãgreve

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG