Argentino fez, nos acréscimos, o gol da vitória inglesa na última terça-feira e teria zombado de rivais na saída de campo

O Manchester City garantiu uma importante vitória diante do Villarreal nesta última terça-feira com um gol nos acréscimos de Sergio Aguero . Entretanto, a repercussão do triunfo inglês não foi das mais positivas. O argentino foi acusado de provocar os rivais espanhois durante o jogo e se defendeu nesta quarta.

"Não gosto de entrar em polêmicas, mas me vejo obrigado a desmentir categoricamente que tenha provocado algum jogador do Villarreal. Todos conhecem minha trajetória e minha conduta e sabem que jamais faria algo assim", disse Aguero em sua página do Twitter .

Os jogadores do Villarreal afirmaram na saída de jogo que o atacante argentino zombou dos seus adversários após a vitória em solo inglês. "No futebol você deve ter classe, especialmente em momentos como esse. O que Aguero fez é inaceitável. Essas situações são vergonhosas e marcam o homem que faz isso", acusou o zagueiro Marchena.

Já o vice-presidente do Villarreal, José Manuel Llaneza, reforçou a posição do defensor a respeito da conduta de Aguero. "O que ele fez não diz muito sobre um homem, mas acho que é falta de respeito, ética e espírito coletivo. Não entendo porque ele provocaria jogadores por terem perdido. Ele é um jogador que deveria agradecer muito à Espanha", criticou o dirigente, lembrando da passagem de Aguero pelo Atlético de Madri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.