Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Agora no Valencia, Jonas recebe prêmio por atuações pelo Grêmio

Atacante recebeu troféu Chuteira de Ouro das Américas e homenagem de revista da Espanha

Gazeta |

O desempenho de Jonas, ex-Grêmio, na temporada 2010 do futebol brasileiro ainda lhe rende premiações. Antes da partida diante do Barcelona, válida pelo Campeonato Espanhol, o novo atacante do Valencia recebeu o troféu Chuteira de Ouro das Américas, organizado pela revista "Don Balón", da Espanha, oferecido ao maior goleador entre os 12 campeonatos nacionais.

AFP
Jonas mostra o prêmio da revista "Don Balón"
Pelos seus 23 gols marcados no Campeonato Brasileiro do ano passado, Jonas viu os torcedores no estádio o aplaudirem de pé durante a cerimônia e a entrega do troféu pelo editor da publicação espanhola, Rogelio Rangel.

"Foi um momento muito emocionante. O estádio estava lotado. É um reconhecimento importante. Gostaria de dividir essa conquista individual com meus ex-companheiros, jogadores e comissão técnica, que foram fundamentais para que isso pudesse acontecer. Ninguém faz nada sozinho no futebol. Ainda mais no ataque, uma posição em que você precisa que a bola chegue em boas condições para a conclusão", explicou o brasileiro.

Alcançando sua quarta edição, a premiação conta com um regulamento que dá pontuações diferentes para as competições. No Brasil, na Argentina e no México, palcos de maior nível nível técnico, de acordo com a organização, cada gol vale dois pontos. Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru e Uruguai têm a avaliação diminuída para 1,5. Por fim, na Bolívia e na Venezuela, um gol representa um ponto.

Jonas é o primeiro brasileiro a conquistar o prêmio. Em 2007, Palermo, pelo Boca Juniors, e Maldonado, pelo Atlante-MEX, dividiram o primeiro lugar. Lucas Barrios, então no Colo Colo-CHI, faturou em 2008 e Héctor Mancilla, do Toluca-MEX, em 2009.

Jonas marcou 44 gols na temporada passada. Além dos 23 no Brasileirão, fez 11 gols no Campeonato Gaúcho, oito na Copa do Brasil e dois em amistosos. "Nunca vou esquecer de 2010, um ano fantástico para mim e para minha família. Vivemos momentos maravilhosos. Estou trabalhando muito para seguir tendo motivos para comemorar", concluiu o ex-jogador do Grêmio.

Leia tudo sobre: GrêmioValenciaFutebol MundialEspanhaJonas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG