Ex-jogador elogiou o argentino e ainda afrmou: "No futebol, não é a primeira vez que um grande clube perde um grande jogador"

A primeira oferta do Corinthians para ter Tevez não foi aceita , mas o Manchester City, da Inglaterra, mandou uma contraproposta acreditando que o Corinthians pode arcar com os valores . O dirigente francês do clube da Inglaterra, mais conhecido por sua carreira como jogador, Patrick Vieira, já fala sobre o atacante em tom de despedida.

"Nos últimos dois anos, marcando gols, ele foi fantástico para o clube. Crescemos muito e Tevez contribuiu bastante para isso, como todos os outros jogadores. No futebol, não é a primeira vez que um grande clube perde um grande jogador", disse o diretor, de 35 anos, que foi campeão do mundo jogando na seleção francesa, em 1998, contra o Brasil.

Ídolo da torcida e um dos principais atletas do clube inglês, sua saída pode trazer um grande impacto na equipe, principalmente pelo seu espírito de liderança, já que ele foi capitão da equipe em muitas oportunidades.

Vieira está despreocupado quanto ao time sem o argentino, mas acredita que a responsabilidade dos jogadores aumentará. "Nunca é fácil perder jogadores como o Tevez. Acredito que nós podemos atingir nossas metas e ainda teremos um time muito competitivo. Os jogadores terão de agüentar mais responsabilidade e isso os fará melhores. Se Tevez nos deixar, só podemos desejar boa sorte e agradecê-lo por tudo que ele fez ao clube".

Enquanto as diretorias seguem negociando valores para concretizar a negociação, o argentino já está liberado pela seleção argentina, eliminada da Copa América, para voltar aos trabalhos em seu clube, porém ele já declarou ao City que não volta a atuar pelo time.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.