Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adversário do Vasco na estreia da Taça Rio é um recente freguês

Time enfrenta Macaé pela quarta vez: três jogos, três vitórias. Diferença é que agora jogo é fora de casa

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O Vasco faz sua estreia esta noite na Taça Rio tentando manter a série invicta de quatro partidas. A bola rola às 19h30 no Estádio Claudio Moacyr, contra o Macaé, adversário que, pelo retrospecto, não oferece tanto perigo. Será a quarta vez que as duas equipes se enfrentam. Nos três primeiros confrontos, vitórias do Vasco.

A diferença para este compromisso é que o jogo será na casa do adversário. Disputando o Campeonato Carioca desde 2008, o time da Região dos Lagos sofreu duas derrotas em São Januário e outra no Maracanã. Jogar fora de casa contra times de menor investimento é algo atualmente que não tira o sono dos cruzmaltinos.

Sob o comando de Ricardo Gomes, foram três jogos e três goleadas: 3 a 0 no Americano, 9 a 0 no América e 6 a 1 no Comercial-MS. No lugar do abatimento provocado pelo acúmulo de derrotas nas primeiras rodadas da Taça Guanabara, a confiança é hoje o retrato vascaíno.

“Não dá para medir se este time é candidato a títulos porque ainda não enfrentamos times de ponta. Não sabemos com os jogadores vão reagir, mas é bom vencer para ir montando a equipe e dar confiança ao grupo”, observou Ricardo Gomes.

O Vasco que entra em campo é o mesmo desde o triunfo sobre o Americano. Gomes se orgulha de estar repetindo a escalação. O susto da semana ficou por conta de Fernando Prass. O goleiro não treinou segunda e terça, alegando dores lombares. Recuperado, o camisa 1 continua sendo o homem de confiança do treinador e capitão da equipe.

Foram 18 gols em três jogos e apenas um gol sofrido. Apesar do bom aproveitamento, o gol marcado pelo Comercial-MS, pela Copa do Brasil, motivou cobranças em São Januário. Gomes reclamou do relaxamento.

“Não podemos perder a concentração. Da maneira como o gol aconteceu, não gostei”, disse o treinador.

Na quarta-feira, ele comandou o único coletivo da semana. Foram quatro mexidas na segunda metade do treino. Entraram Bernardo, Caíco, Eduardo Costa e Elton. Mas o meio de campo e o ataque não vão sofrer alterações. As mudanças são apenas opção para o decorrer da partida.

O Vasco foi o único clube grande fora das finais da Taça Guanabara. Terminou em quinto no Grupo A, com apenas sete pontos, e viu o Boavista compor com o Flamengo a dupla das semifinais. O estigma de quarta força do Rio não foi digerido pelo grupo. O meia Jeferson prometeu entrar no segundo turno carioca falando em título.

“O Vasco vai tirar isso a limpo. Não podemos ser chacota. Esta história de quarta força me incomoda. Vamos provar que temos condições de ser campeões”, frisou Jeferson.
 

FICHA TÉCNICA – MACAÉ x VASCO

Local: Estádio Claudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 4 de março de 2011, sexta-feira
Horário: 1930h (Horário de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez
Assistentes: Lilian Fernandes da Silva Bruno e Eduardo de Souza Couto

MACAÉ: Lugão; Marcos Tamandaré, Eduardo Luiz, Ciro e Bill; Gedeil, Osmar, André Gomes e Siston; Luís Mário e Marcelo.
Técnico: Marcelo Buarque

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Fellipe Bastos, Rômulo, Felipe e Jefferson; eder Luis e Marcel.
Técnico
: Ricardo Gomes
 

Leia tudo sobre: vascoTaça Rio 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG