Tamanho do texto

Desde a época do Dorival eu estava esperando, cavando uma oportunidade. Vou batalhar nesses últimos três jogos para ficar em 2011, afirmou o volante

Preterido durante boa parte da temporada, após voltar de empréstimo do São Caetano, clube pelo qual disputou o último Campeonato Paulista, o volante Adriano vem tendo uma sequência de jogos com a camisa do Santos (foi titular nos empates com Atlético-MG e Grêmio). Entusiasmado com a nova oportunidade, o jogador espera aproveitar as últimas três partidas do Brasileirão (Goiás, Avaí e Flamengo) para mostrar o seu potencial e se firmar como uma boa opção no grupo para os campeonatos do ano que vem.

"Venho trabalhando para isso. Desde a época do Dorival eu estava esperando, cavando uma oportunidade, e ela apareceu agora, graças a Deus. Espero continuar trabalhando firme e forte, buscando o meu espaço no elenco do Santos, que já demonstrou ser muito forte", disse Adriano.

Lançado no time principal santista em 2007, com o então técnico Vanderlei Luxemburgo, o volante teve que deixar a Vila Belmiro em 2009, pouco utilizado por Vagner Mancini. "Infelizmente, quando eu estava jogando machuquei o joelho e não tive mais oportunidades. Saí na época do Mancini, quando optei por ir ao São Caetano. Lá o técnico era o Antônio Carlos, que meu muita confiança e me colocou para jogar", comentou.

Para Adriano, a sua passagem pelo time do ABC foi positiva, pois ele teve a chance de jogar mais regularmente e amadurecer, para voltar e disputar intensamente por um lugar no grupo para 2011. "A minha passagem pelo São Caetano foi importante para que eu voltasse disposto a mostrar o meu valor. Quero aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível. Vou batalhar por isso nesses últimos três jogos para ficar no Santos no próximo ano", finalizou.