Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adriano minimiza atuação de Ronaldo no acordo com o Corinthians

Atacante agradeceu ex-agente, Gilmar Rinaldi, e disse que agora cuidará sozinho da sua carreira

Bruno Winckler e Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Foi das mãos de Ronaldo que Adriano recebeu as primeiras honrarias como jogador do Corinthians . Foi o "Fenômeno" que ainda 2010 iniciou as conversas para que o "Imperador" o substituísse no clube. Mas na sua apresentação oficial como reforço corintiano para a temporada, Adriano disse que a decisão de defender o Corinthians foi estritamente dele e que apenas ouviu boas recomendações do clube por parte de Ronaldo .

AE
Ronaldo entrega camisa do Corinthians à Adriano

"O Ronaldo não influenciou em nada. Eu quis vir para o Corinthians. Lógico que ele é meu amigo e falou o que o Corinthians representava, mas a decisão final foi minha", disse o "Imperador", rebatendo algumas críticas que seu ex-empresário, Gilmar Rinaldi, fez sobre a participação de Ronaldo na negociação entre ele e o clube.

"Falar do Gilmar é muito complicado. Trabalhamos muito tempo. Mas não estamos mais juntos. Tenho muito carinho por ele e é normal ele estar magoado. Sou um cara forte que tem uma família que me apoia e estou confiante no que posso fazer", comentou.

Na segunda-feira, Rinaldi declarou-se aborrecido com a forma como o jogador o tratou desde a rescisão com a Roma , no início do mês. Adriano tomou a decisão sem o consentimento do empresário. Rinaldi disse em coletiva que Ronaldo o influenciou mal e que antes de um bom contrato, o Corinthians e "Fenômeno" deveriam se preocupar com Adriano "como pessoa antes do jogador". Até sugeriu que Adriano mantivesse um tratamento psicológico para lidar com seu antigo problema de depressão e alcoolismo. No São Paulo , em 2008, Adriano teve o auxílio de uma psicóloga para lidar com seus problemas fora do campo.

"Todo mundo sabe o que aconteceu comigo um tempo atrás. Na minha vida eu realmente precisava desse acompanhamento. Estava mal, eu nunca menti. Fiz isso (tratamento) para curar essa minha parte e a agora estou curado. O Gilmar não trabalha mais comigo, mas foi uma pessoa maravilhosa que me ajudou muito e por quem sempre vou ter carinho".

Adriano não tem mais um empresário, mas um amigo, Luiz Cláudio Menezes da Silva, é quem tem o auxiliado a fechar contratos, como foi feito com o Corinthians. "Tenho o Luquinha, meu amigo, para me ajudar em tudo", comentou.

O "Imperador" está prestes a fechar um contrato com a 9ine, empresa de Ronaldo que trabalha a imagem de atletas e ajuda jogadores a fechar contratos comerciais. "Ele quer me ajudar nisso aí, mas vamos ver ainda. Ele é um amigo e vai sempre me ajudar. Na Inter de Milão, quando cheguei com 20 anos, ele me botou para dentro da casa dele. Sempre me deu de tudo e se estou aqui hoje ele faz parte disso. O Ronaldo torce por miim e vai me ajudar. Com um amigo como ele do meu lado fica muito melhor para eu entrar na linha", disse Adriano.

Leia tudo sobre: corinthiansadriano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG