Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Adriano foi apresentado sem torcida para evitar hostilidade

Corinthians temia que torcedores repetissem protesto. Só sete "sortudos" conseguiram pular alambrado

Bruno Winckler e Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Primeiro foi cogitado apresentar Adriano no Parque São Jorge. Depois, até no Museu do Ipiranga, já que o atacante é conhecido como “Imperador” (a direção do museu tratou a idéia como absurda). No final ele vestiu a camisa e deu entrevista no CT do Parque Ecológico, com portões fechados para torcedores com a intenção, segundo o presidente Andrés Sanchez, de evitar rivalidade com o São Paulo, que terça-feira levou 45 mil pessoas ao Morumbi para ver Luís Fabiano.

Twitter do iG Esporte: Notícias, vídeos e opinião

A preocupação corintiana, porém, foi outra. O iG apurou que o clube evitou a presença dos torcedores temendo hostilidade ao atacante. No dia 26 de março, alguns torcedores da organizada Camisa 12 protestaram na porta do CT contra a contratação do jogador. “Não queremos você aqui, lugar de urubu é no lixo da Gávea” e “O Timão não é clínica de recuperação”, escreveram em faixas os torcedores, na primeira se referindo pejorativamente ao ex-clube do jogador e, na segunda, a problemas do atleta com bebida.

O presidente corintiano Andrés Sanchez tem ótimo relacionamento com as organizadas, mas não conseguiria controlar todas as facções. E Adriano poderia ficar intimidado em ser recebido com o público dividido. Em nenhum momento, segundo relato de pessoa próxima a Sanchez, o presidente temeu ter menos gente na apresentação de Adriano do que os são-paulinos tiveram na chegada de Luís Fabiano.

“Pressão do torcedor é normal, joguei em vários clubes grandes e sei como é isso. E a função do torcedor é cobrar mesmo, para que o trabalho saia bem feito”, disse Adriano.

Temendo protestos, que não houve, o Corinthians solicitou a presença da Polícia Militar. Somente sete torcedores conseguiram ver Adriano de perto, porque conseguiram pular o alambrado do setor do CT no qual estão sendo construídos os campos e alojamentos das categorias de base. Eram sete garotos, com bandeiras do clube, que apoiavam a contratação do atacante.

“Podemos apresentá-lo aos torcedores antes de alguma partida no Pacaembu ainda nesse Campeonato Paulista. Estamos analisando isso”, disse Sanchez. Adriano se recupera de uma cirurgia no ombro e fará tratamento no clube - ele nem poderia jogar no Paulistão porque as inscrições já estão encerradas.

Veja fotos da apresentação da Adriano no CT do Corinthians

Leia tudo sobre: CorinthiansAdrianoAndrés Sanchez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG