“Imperador” faz aniversário na véspera de novo retorno e com oportunidades cada vez mais raras

Gazeta Press
Agora, Adriano luta para emagrecer e voltar a ser decisivo em campo
Adriano chegou aos 30 anos nesta sexta-feira. Recluso, fechado no CT corintiano para perder peso e ter condições de entrar em campo neste sábado, contra o São Caetano, o atacante comemora seu aniversário num momento crucial da sua carreira. O Corinthians apostou nele mesmo com uma carreira marcada por polêmicas regadas a álcool e baladas.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O clube paulista pode ter sido um dos últimos clubes dispostos a bancar Adriano . Para provar o contrário, o “Imperador” tem de jogar e mostrar que o apelido conquistado nos tempos em que reinou em Milão não foi por acaso.

Leia mais: Sobrepeso de Ronaldo não preocupava Corinthians como caso de Adriano

Adriano chegou ao Corinthians no final de março de 2011 e devido a uma séria lesão no tendão de Aquiles esquerdo já em abril, pôde estrear somente em outubro. Fora de forma, acima do peso e sem o arranque “imperial”, o atacante jogou apenas 77 minutos em quatro jogos. Marcou um gol heróico, fundamental para o título brasileiro, mas foi pouco.

Confira ainda: Adriano atinge menor peso desde que chegou e anima o Corinthians

No início de 2012, quando tudo indicava que, enfim, conseguiria brilhar no Corinthians , uma atuação ruim durante 45 minutos num amistoso contra o Flamengo somada a uma falta ao treino de véspera a partida contra a Portuguesa na qual seria titular, fizeram a diretoria e a comissão técnica tomar uma atitude radical.

Veja fotos da carreira de Adriano:

Ao contrário do que aconteceu em 2011, quando mesmo fora de forma ele foi a campo, Adriano só teria nova chance se conquistasse o físico ideal, ou ao menos próximo dele. No último mês, então, o “Imperador” se dedicou aos treinos e para acelerar o processo, aceitou passar por um período de confinamento no CT. Foi assim na semana passada, entre os dias 7 e 10 de fevereiro, e agora, entre a última terça-feira e esta sexta.

E mais:
Em jejum, Liedson tem seca de gols inédita com a camisa corintiana

Contra o São Caetano, com reservas em campo, Adriano terá uma grande oportunidade de convencer Tite que merece um último voto de confiança. Ele terá mais quatro jogos do Paulistão antes do segundo jogo na Libertadores, dia 7 de março, para justificar seu nome na lista dos 25 aptos a disputar o torneio.

Com contrato até 30 de junho, não há muito tempo para Adriano recuperar a velha forma, que o consagrou até 2005 e que teve lampejos no título brasileiro do Flamengo de 2009. É por esse Adriano que o Corinthians ainda espera. Resta saber se ele está interessado a voltar a ser o “Imperador”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.